As 15 Melhores Curiosidades Sobre Energia Solar Que Você (Provavelmente) Não Conhece

Curiosidades sobre energia solar
As 15 Melhores Curiosidades Sobre Energia Solar Que Você (Provavelmente) Não Conhece
4.88 (97.5%) 8 votes

A tecnologia fotovoltaica já vem sendo usada a muito tempo, os primeiros painéis comerciais datam dos anos 70, para termos uma noção. Porém, somente agora, com os avanços da tecnologia, é que ela vem se popularizando. Com isso, muitos fatos e curiosidades sobre energia solar ainda são desconhecidos por grande parte da população.

Compilamos abaixo as 15 melhores curiosidades sobre essa que, a cada dia mais, caminha para se tornar a principal forma de geração elétrica mundial. São informações que vão desde pesquisas sobre novas tecnologias solares, como fatos que marcaram a história do uso da tecnologia, além de outras que são “apenas” curiosidades mesmo.

Então, se você tem interesse pela fonte de energia que estará (ou já está) consumindo em sua casa ou empresa daqui uns anos, leia o artigo abaixo e divirta-se.

Curiosidades Sobre Energia Solar 

#1: Telhado Solar sem Painel 

Depois de mais de quatro décadas disponível somente através dos tradicionais painéis solares (melhor conhecidos por módulos fotovoltaicos), a tecnologia fotovoltaica contou com uma inovação em outubro do ano passado, quando a empresa Tesla apresentou as suas telhas solares, capazes de transformar o telhado de uma casa em gerador de energia sem, ao mesmo tempo, tirar o seu aspecto comum.

#2: Painel Solar que Gera Energia à Noite

Outra grande, e revolucionária, inovação que a tecnologia fotovoltaica está prestes a receber é a possibilidade de geração elétrica mesmo durante à noite. Isso mesmo, imagine um painel que consiga captar a luz do sol durante o dia e armazená-la para ser usada na conversão fotovoltaica durante a noite.

Pois é isso o que um grupo de cientistas de duas universidades chinesas estão desenvolvendo, um painel solar que gera energia durante a noite, através do uso de um novo material chamado de Long Persistent Phosphor, ou LPP (fósforo de longa persistência, em inglês). Fantástico, não?

#3: Parlamento do Paquistão

Em fevereiro de 2016 o parlamento do Paquistão, Majlis-e-Shoora, se tornou o primeiro do mundo a ser movido inteiramente por energia solar. A um custo de US$55 milhões, a miniusina fotovoltaica instalada no edifício foi financiada pelo governo chinês, como um ato de amizade entre os governos dos dois países.

Os painéis solares geram cerca de 80 MW (megawatts) de potência, dos quais 62 MW são utilizados para abastecer o parlamento paquistanês, enquanto o restante da energia é injetada na rede elétrica do país. Cerca de US$1 milhão é economizado todo o ano através do projeto.

#4: Estádio Mineirão

Quem disse que o Brasil não é referência na utilização da energia solar? O Estádio do Mineirão, localizado na cidade de Belo Horizonte, foi o primeiro estádio do mundo que sediou uma partida da Copa do Mundo (Colômbia x Grécia, em 14 de junho de 2014) operando com uma usina solar.

A usina, instalada no topo do estádio, possui 6 mil painéis que ocupam uma área de 11,5 mil m², tendo capacidade de produção de 1,42 MWp. Destas, apenas 10% é usada no estádio, enquanto o resto é distribuído pelo Estado através da rede elétrica da CEMIG (Companhia de Energia Elétrica de Minas Gerais).

energia-solar-no-brasil-estadio-mineirao-com-solar

#5: Estrada Solar

Na França, a empresa Wattway instalou aquela que é a primeira estrada solar do mundo. A empresa cobriu um trecho de 1.000 metros com células fotovoltaicas, de um total planejado de 1.000 quilômetros.

O projeto foi implantado nas ruas do vilarejo de Tourouvre-au-Perche, e a energia gerada pela tecnologia utilizada nesse primeiro trecho será capaz de iluminar as ruas da cidade de 3.400 habitantes, sendo o primeiro passo de um projeto de cinco anos que visa gerar energia para 5 milhões de habitantes, cerca de 10% da população da França.

#6: Aeroporto Solar

Em agosto de 2015, o Aeroporto Internacional Cochin, em Querala, na Índia, passou a operar 100% com energia solar, transformando-se no primeiro aeroporto internacional a funcionar apenas com a energia do sol.

Os 46.150 painéis solares, instalados em uma área de 180 mil m², abastecem 12 MW de potência ao aeroporto, o suficiente para abastecer todas as funções operacionais. Pelos próximos 25 anos desde o início do projeto, 300 mil toneladas de carbono deixarão de ser emitidas na atmosfera.

#7: Ciclovia Solar

A SolaRoad, como é chamada, é a primeira ciclovia solar do mundo e fica localizada na na cidade de Krommenie, a noroeste de Amsterdã, Holanda. Construída com painéis de concreto com células fotovoltaicas cobertas com vidro temperado, a ciclovia tem 100 metros de extensão, e a energia gerada é direcionada aos mais variados usos no entorno. 

Inaugurada no final de 2014, um ano depois a ciclovia já estava gerando mais energia do que o esperado, 70 quilowatts/hora por metro quadrado/ano, o suficiente para abastecer três casas. Os bons resultados mostram que o investimento é viável e a expectativa é de que ele se pague em 15 anos.

#8: Famosos e a Energia Solar

Quando falamos de famosos que utilizam, e propagam o uso da energia solar, dois nomes bem conhecidos do público brasileiro e mundial se destacam: Gisele Bündchen e Marcio Garcia.

A modelo brasileira conta com sistema fotovoltaico instalado em sua mansão, localizada no bairro de Brentwood, em Los Angeles, o qual gera parte da energia consumida por ela e sua família. Já o apresentador Marcio Garcia, além de contar com um sistema Blue Sol em sua casa, no Rio de Janeiro, também é o embaixador Solar da empresa no Brasil, ajudando a divulgar as vantagens e benefícios da tecnologia. Confira o vídeo:

#9: Super Árvores Solares 

Em Singapura, um projeto de paisagismo de 250 acres, o Gardens by the Bay, conta com 18 super árvores artificiais instaladas no jardim da baía Sul, 11 das quais possuem células fotovoltaicas instaladas para a geração de energia elétrica.

Variando entre 25 e 50 metros, as super árvores, além de gerar energia, também funcionam como jardins verticais, contam com sistemas de coleta da chuva e ainda funcionam como sistemas de ventilação para estufas próximas e como moderadoras de temperatura. Aposto que essa é uma das curiosidades sobre energia solar que você não sabia.

#10: Água Gerada Por Energia Solar

Um dispositivo recém-criado por pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e da Universidade da Califórnia em Berkeley, ambas nos Estados Unidos, usa a luz solar para sugar o vapor de água do ar, mesmo na baixa umidade. O aparelho é feito de cristais metálicos de estrutura orgânica, pressionados em uma fina chapa de cobre metálico, colocados entre um absorvedor solar e uma placa de condensador.

O dispositivo pode produzir cerca de 3 litros de água por dia por quilograma de material esponjoso que contém. Isso significa que, as casas nas partes mais secas do mundo poderão, em breve, ter um aparelho movido a energia solar capaz de fornecer toda a água de que necessitam, oferecendo alívio à bilhões de pessoas.

#11: Primeira Moto Movida Por Energia Solar

O americano Richard Gryzch construiu o que ele mesmo chama de a primeira moto elétrica movida inteiramente por energia solar. Para financiar o projeto pessoal, que durou mais de dois anos, Richard vendeu suas outras motos e até mesmo uma de suas casas.

Batizada de Solar Flyer, a moto elétrica solar possui uma velocidade máxima de 90 milhas por hora e uma autonomia, com a bateria totalmente carregada, de 50 milhas, cerca de 80 km.

#12: Balões Solares

O pesquisador francês Jean-François Guillemoles quer criar balões solares que poderiam gerar três vezes mais energia do que os painéis solares. A ideia é que esses balões fiquem acima das nuvens, não dependendo de um tempo com céu aberto para ter a máxima eficiência. 

O pesquisador francês está trabalhando com um grupo japonês e espera criar um protótipo nos próximos dois anos. O balão geraria energia solar e mandaria para uma célula de combustível, que converteria a corrente em hidrogênio para manter o balão no céu. À noite, a célula recuperaria o hidrogênio e converteria em uma bateria.

#13: Carro Solar Bate Recorde

Com uma velocidade acima de 106 km/h, o carro solar batizado de eVe é oficialmente o carro elétrico mais rápido do mundo, em um percurso de 500km, e foi construído inteiramente por estudantes de engenharia da Universidade de New South Wales (UNSW), na Australia, da equipe Sunswift.

O recorde anterior era de 73 km/h, o qual permaneceu por 26 anos até que o carro da equipe Sunswift o quebrou. O eVe foi construído pela equipe e mais 100 estudantes da universidade, sendo o quinto carro solar construído pela equipe. É importante ressaltar que, apesar de este resultado ser considerado um recorde no país, ele ainda não passou pela aprovação e reconhecimento da FIA (Federação Internacional do Automóvel).

#14: Energia Solar Para Roupas

Graças a uma pesquisa realizada por um time de químicos, físicos e engenheiros liderados pelo professor John Badding, da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, tecidos com células solares podem se tornar realidade em breve.

Pela primeira vez, foi criada uma fibra ótica baseada em silício que tem a capacidade de ser usada como uma espécie de célula fotovoltaica, podendo ser expandida até um tamanho utilizável por seres humanos. Sem contar que elas também podem ser flexíveis e irregulares, como um tecido de pano.

A fibra ótica utilizada na nova pesquisa é mais fina do que a largura de um cabelo e possui um componente eletrônico acoplado a ela, dispensando assim a necessidade de integração entre fibra ótica e chips.

Para elaborar o novo tipo de fibra, os pesquisadores usaram técnicas de alta pressão da química para depositar materiais semicondutores diretamente em orifícios localizados na fibra ótica. E aproveitaram para usar essas mesmas técnicas para criar uma fibra semicondutora de silício cristalino capaz de trabalhar como uma célula fotovoltaica, o que significa uma fibra que cria eletricidade a partir da luz solar.

#15: Células Solares a Base de Fruta

Pode parecer maluco, mas cientistas do Instituto Indiano de Tecnologia Roorkee (IIT) descobriram que o pigmento contido no jamelão, chamado de antocianina, e o qual também é encontrado em mirtilos, framboesas e cerejas, é capaz de absorver a luz do sol, podendo então ser usado para a fabricação de células solares.

Os pesquisadores extraíram a antocianina da fruta utilizando etanol, e a usaram como um sensibilizador em células solares sensibilizadas por corantes (“Dye-Sensitized Solar Cells”, ou DSSCs, em inglês). A conclusão foi que o uso de corantes naturais, como a antocianina do jamelão, para a fabricação dessas células, tornaria a produção em massa dos painéis solares até 40% mais barata.

Porém, devido à baixa eficiência alcançada por essas células solares (0,5%), quando comparadas as de silício (15%), essa tecnologia fotovoltaica ainda deve ficar restrita ao campo experimental.

Contudo, os cientistas se dizem animados e acreditam que, com o desenrolar das pesquisas, essa eficiência seja alcançada, ou até mesmo superada, fazendo das células solares sensibilizadas por corantes uma alternativa mais barata e sustentável, visto se tratar de um material orgânico e biodegradável, ao contrário das células de silício tradicionais que utilizam corantes sintéticos e tóxicos.


E então, gostou dessas curiosidades? Ficou com alguma dúvida, quer deixar sua sugestão ou compartilhar alguma outra curiosidade conosco? Então use o espaço dos comentários abaixo. Abraço e até a próxima.

 

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: