Energia Solar e os Novos Caminhos Elétricos Do Consumidor Brasileiro

Energia Solar e os Novos Caminhos Elétricos Do Consumidor Brasileiro
5 (100%) 3 votes

O uso da energia solar para gerar a própria energia elétrica e economizar na conta de luz, através da tecnologia dos sistemas fotovoltaicos, não é mais novidade para a maioria dos consumidores brasileiros hoje.

Muitos deles (mais de 18 mil), inclusive, já contam com o sistema em suas casas e ostentam, com o orgulho da sua contribuição para a sustentabilidade, as placas azuis em seus telhados.

Em franca expansão desde 2012, quando a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) estabeleceu suas regras, o segmento de geração distribuída de energia no país crava níveis de crescimento impressionantes a cada ano.

E isso não é a toa, uma vez que todos consumidores buscam nessa tecnologia a chance de produzir sua própria energia e se libertar das amarras das distribuidoras, obtendo uma segurança contra a contínua inflação energética no país que não apresenta sinais de acabar tão cedo.

Com um desses sistemas instalado, o consumidor consegue gerar até 100% da energia que consome em sua casa ou empresa, podendo utilizá-la para alimentar qualquer equipamento elétrico conectado à tomada.

No entanto, o que muitos consumidores ainda desconhecem é o futuro que essa tecnologia irá proporcionar muito em breve, associada a outra tecnologia que também vem avançando nos mercados estrangeiros e que, aos poucos, vai aparecendo por aqui: os carros elétricos.

É o que mostrou a reportagem do programa Auto Esporte da emissora Globo, transmitido no último domingo, dia 17/12/17, e que entrevistou consumidores e especialistas dessas tecnologias para dar um pequeno vislumbre do que podemos esperar para os próximos anos. (Confira a reportagem aqui). 

O Poder da Energia Solar

Morador da cidade de Jaguariúna, no estado de São Paulo, Leonardo Coelho foi quem falou ao programa sobre o uso dessas tecnologias.

Ele conta como, já possuindo o carro elétrico, assim como uma Scooter também movida a energia, decidiu investir no sistema de energia solar fotovoltaica já na construção da casa onde atualmente reside.

A razão para isso vem na hora em que ele responde a pergunta do apresentador sobre o quanto ele paga pela energia que consome em sua casa e que usa para alimentar seus veículos: 0 reais.

É isso mesmo, com o seu sistema o Leonardo consegue gerar a própria energia e, através do sistema de créditos energéticos criados pela Aneel, compensar toda a energia consumida da rede nos horários em que o sistema não consegue supri-lo.

Vale lembrar, no entanto, que o consumidor com o sistema instalado ainda continua pagando pela taxa mínima da distribuidora, a qual refere-se ao custo de manutenção da rede elétrica e serviços de iluminação pública.

Leonardo é um das centenas de clientes atendidos pela Blue Sol em todo o país. Contando com 14 módulos fotovoltaicos e 1 inversor, seu sistema consegue gerar até 3,7 quilowatt-pico e funciona desde abril deste ano, quando foi instalado.

A reportagem segue mostrando como, associados a fotovoltaica, os carros elétricos estão revolucionando o mercado automobilístico de países desenvolvidos, entregando mais independência ao consumidor que passa a gerar não só a própria energia, como também seu próprio “combustível”.

Com várias das principais montadoras anunciando prazos para início da produção de elétricos e híbridos, além de governos de países colocando prazo para o fim das vendas dos carros à combustão, a matéria mostra como essa é uma estrada sem volta.

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: