Estudantes Criam Tenda Com Geração Solar Para Sem-teto

Estudantes Criam Tenda Com Geração Solar Para Sem-Tetos
O que achou?

O projeto, criado por 12 alunas de uma escola em Los Angeles, na Califórnia, utiliza placas de geração solar fotovoltaica adaptadas à uma tenda para levar energia, luz e outros benefícios aos moradores de rua. 

Umas das inúmeras vantagens da tecnologia fotovoltaica é a sua versatilidade, podendo ser adaptada a diversos projetos e invenções e assim abastecê-los com energia limpa e renovável.

Um grupo de 12 alunas da escola San Fernando Magnet, localizada no condado de Los Angeles, Califórnia, fizeram proveito dessa adaptabilidade da tecnologia e criaram um projeto estudantil sustentável e de apoio social; uma tenda de campanha com geração solar para moradores sem-teto.

O projeto foi desenvolvido para um programa de criação a partir de métodos de engenharia, realizado pela organização “Lemelson InveTeam”, do instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), e recebeu uma bolsa de U$10 mil.

“Quando fomos introduzidas ao programa e nos disseram que tínhamos a oportunidade de fazer uma invenção que podia mudar alguma coisa nossa comunidade, pensamos que criar uma tenda de campanha com energia (solar) era o melhor”, relembra a aluna Efe Kenia Shi, estudante do último ano do ensino médio e que irá estudar engenharia mecânica na Universidade da Califórnia, em San Diego.

Utilizando um pequeno painel solar adaptado a uma tenda de campanha feita de materiais especiais, a solução irá utilizar um acumulador de energia para transferi-la a outros aparelhos, como uma lâmpada LED para iluminação e uma de luz Ultravioleta para a eliminação de bactérias no interior da tenda, entre outras inovações.

Ao todo, quinze escolas americanas tiveram seus projetos premiados com um bolsa de estudos para apresentá-los na “EurekaFest”, exposição que será realizada no campus da MIT, em junho deste ano.

Filha de imigrantes mexicanos, a aluna Aracelli Chávez foi uma das responsáveis pelo projeto e disse achar muito lindo poder ajudar aquelas pessoas que são ignoradas até pelo próprio governo. 

“Nós sonhamos que na ‘EurekaFest’ poderemos encontrar alguém que se interesse em distribuir o produto em nível nacional”, disse ela, que irá estudar engenharia de programação e política na Universidade de Georgetown, em Washington DC.

De acordo com as estatísticas do ano passado, 43 mil pessoas vivem em barracas ou refúgios no condado de Los Angeles. À parte de três cidades não computadas, 39% desses desabrigados são de origem afro descente, 27% latina e 26% branca.

Fonte de Informação: UOL – Fonte

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: