Programa Para Expansão Dos Telhados Solares Será Lançado Este Ano  

programa-para-expansao-dos-telhados-solares-sera-lancado-este-ano
Programa Para Expansão Dos Telhados Solares Será Lançado Este Ano  
5 (100%) 1 vote

Lançada na esteira da Conferência da ONU sobre Mudança Climática (COP21), realizada em Paris em 2015, a Aliança Solar Internacional (International Solar Alliance, ou ISA em inglês) é uma coalizão de 121 países situados nas regiões mais ensolaradas do mundo que, juntos, buscam propagar a sua transição energética em direção a esta fonte limpa e abundante, ao mesmo tempo ajudando para atingir os objetivos de descarbonização firmados na conferência.

“Nós queremos levar a energia solar para nossas vidas, nossas casas, tornando-a mais barata, mais confiável e mais fácil para ser conectada à rede”, declarou o primeiro ministro indiano, Narendra Modi, na época do lançamento do ISA, aliança da qual o Brasil faz parte.

Desde o seu lançamento, o ISA já elaborou e adotou três programas de incentivos para a disseminação da tecnologia fotovoltaica e uso da energia solar dentro dos países que a compõem, como projetos para linhas de financiamento mais acessíveis em escala e aplicação em escala para uso na agricultura.

Agora, o esboço de um novo programa foi concluído e deverá ser lançado este ano na segunda edição da feira de encontro e exposição de investidores: Energia Renovável Global (Global Renewable Energy: Investors Meet and Expo, ou RE-INVEST em inglês), a ser realizada entre os dias 7 e 9 de dezembro, na Índia.

Com duração de 5 anos, o programa tem o objetivo de trabalhar para o rápido desenvolvimento e aplicação da tecnologia fotovoltaica nos telhados, tanto para sistemas conectados como isolados da rede, visando assim, também, acelerar a transição energética e atingir os objetivos da COP 21.

Serão abordados pelo programa todos os possíveis segmentos das instalações; residencial, comercial, industrial e outros, com os esforços sendo aplicados dentro dos 121 países que compõem a aliança, incluindo estados insulares, países parceiros e demais.

Além do lançamento do programa, a RE-INVEST 2017 será palco de vários debates e palestras acerca da expansão e evolução da tecnologia fotovoltaica. O país sede, Índia, que se destaca a cada ano no volume de investimentos na tecnologia, irá apresentar um escopo de como o seu setor elétrico deverá estar até 2030.

Além de palestras acerca de inovações nas formas de financiamento, sistemas de armazenamento e sistemas híbridos de renováveis, o evento servirá como palco para a avaliação dos compromissos feitos por indústrias, bancos e fabricantes na COP21.

Dos 293 gigawatts de renováveis firmados na conferência, apenas 39.3 GW foram implantados ou estão em construção até o momento. Uma nova promessa financeira dos bancos, no valor de 62 bilhões de dólares, também deverá ser sancionada. 

Fonte de Informação: PV Magazine – Site

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: