Financiamento de Energia Solar do Banco do Brasil: O Guia Rápido e Prático Para Ter Seu Gerador Solar

Financiamento de Energia Solar do Banco do Brasil: O Guia Rápido e Prático Para Ter Seu Gerador Solar
5 (100%) 1 vote

São Várias as Linhas de Financiamento de Energia Solar do Banco do Brasil, as quais dispõem de taxas e prazos atrativos para empresas urbanas, rurais e produtores do campo conseguirem adquirir e instalar placas solares em seus telhados, para gerar a sua própria energia e economizar na conta de luz.

A cada ano torna-se mais vantajoso para as pessoas investirem em um sistema de placas solares (sistema fotovoltaico) para gerar a própria energia e, assim, conseguir economizar até 95% na conta de luz.

No entanto, mesmo com a queda contínua de seus preços, essa nova tecnologia ainda exige um valor inicial de investimento um tanto alto para a grande maioria dos consumidores.

Isso, felizmente, tem sido cada vez menos um problema para os brasileiros, que contam com diversas linhas de crédito para adquirir seus geradores, como os financiamentos de energia solar Banco do Brasil.

Um dos maiores bancos do Brasil, atendendo todo o território nacional e com uma cartela de 62 milhões de clientes, o Banco do Brasil trabalha com diversas linhas de financiamento, as quais iremos conhecer melhor neste artigo.

Como Funcionam as Placas de Energia Solar?

Mas, antes de conhecermos as linhas de financiamento de energia solar Banco do Brasil, vamos primeiro entender como que funcionam essas placas solares para geração de energia solar.

A primeira coisa a se entender é que existem duas tecnologias de energia solar; a tecnologia de aquecimento solar e a de energia elétrica fotovoltaica, ambas com linhas de financiamento para a sua aquisição.

Enquanto a tecnologia de aquecimento solar utiliza o calor do sol para aquecer a água, o sistema de placas solares fotovoltaicas utiliza a luz do sol para gerar energia elétrica.

Neste artigo iremos abordar exclusivamente a tecnologia de energia fotovoltaica e seus financiamentos, que são os mais requisitados hoje no mercado.

O nome correto que se dá esses sistemas de geração elétrica solar é sistema solar fotovoltaico (SFV na sigla), que são compostos de placas solares e um outro equipamento principal, o inversor solar.

De forma simples, as placas instaladas no telhado captam a luz do sol e a convertem em energia elétrica, a qual passa pelo inversor para ser enviada e consumida no imóvel ou então injetada na rede de energia da distribuidora.

Como vimos, a energia injetada é convertida nos chamados créditos energéticos, que são usados para abater da energia que foi consumida da rede durante à noite, ou em momentos de pouca geração.

Esse sistema de créditos foi criado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) na sua Resolução Normativa 482, de 2012, que regulamentou o segmento e garante os direitos de quem produz a sua própria energia através de energias renováveis.

Porque Investir e Financiar Placas de Energia Solar?

Como foi possível ver acima, através da instalação das placas solares e dos sistemas fotovoltaicos, qualquer consumidor pode produzir toda a energia que consome e, assim, economizar com a conta de luz.

Essa é a principal razão que leva milhares de brasileiros a apostarem nesses sistemas todos os anos, os quais ainda garantem proteção contra o contínuo aumento do preço da energia no Brasil, a temida inflação energética.

A segunda principal razão desses sistemas estarem se tornando tão populares é a sua prolongada vida útil, com as placas de qualidade possuindo garantia de 25 anos sobre 80% de sua eficiência de geração.

Ou seja, mesmo através de um financiamento de energia solar de 10 anos, por exemplo, seu sistema ainda irá lhe entregar vários anos de energia grátis após você ter terminado de pagá-lo.

Além destes benefícios diretos, a produção de energia limpa ainda traz um papel de sustentabilidade ao consumidor e seu imóvel, o qual se torna autossustentável energeticamente e valoriza-se diante aos demais.

O rápido dimensionamento e instalação dos sistemas e sua baixa manutenção durante sua vida útil são outras das vantagens que levam pessoas a apostarem no financiamento de energia solar.

Qual o tipo de sistema e quantas placas solares preciso?

Ok, então você ficou convencido das vantagens da tecnologia e decidiu que também deseja se tornar um autoprodutor de energia através da solar fotovoltaica.

Mas, aí vem a pergunta: qual o tipo e tamanho certo de sistema para mim? E o preço?

Essas costumam ser as primeiras perguntas de qualquer consumidor ao conhecer a tecnologia, porém cada um deles recebe uma resposta um pouco diferente.

Isso porque os sistemas fotovoltaicos são dimensionados exclusivamente para cada cliente, projetados conforme a coleta de informações de consumo e geração de cada consumidor.

Média anual do consumo elétrico, níveis de radiação solar local, direção e inclinação do telhado, entre vários outros fatores serão analisados pela equipe da empresa escolhida na hora da elaboração do projeto.

Para a pessoa que deseja conseguir um financiamento do sistema para seu negócio ou empresa, inclusive, o orçamento do projeto é item essencial para se conseguir a liberação junto ao banco.

Clique no botão abaixo e solicite um orçamento gratuito do seu sistema solar fotovoltaico:

Financiamento de Energia Solar Banco do Brasil

Como podemos ver, adquirir um sistema de placas solares pode ser considerado um investimento, pois irá trazer um retorno ao seu dono na forma de economia na conta de luz, um dinheiro que passa a ficar em seu bolso todo o mês.

E, como em todo investimento, a forma de pagamento que maximiza e diminui ao máximo o tempo de retorno é sempre o formato “à vista”, ou então parcelado sem juros diretamente com a empresa instaladora de energia solar.

No entanto, para a maioria dos consumidores em busca da tecnologia fotovoltaica, essa não é uma opção, razão pela qual as linhas de financiamento de energia solar Banco do Brasil e demais bancos, como a Caixa Econômica Federal, são tão interessantes e vantajosas.

No caso do Banco do Brasil, são várias linhas de financiamento disponíveis, algumas exclusivamente voltadas para a implantação da energia solar, e que atendem pessoas físicas e, principalmente, pessoas jurídicas (empresas).

É importante lembrar que, na maioria desses financiamentos, o banco age como uma instituição repassadora de crédito, com os recursos para essas linhas provendo de fundos do Governo Federal.

Ou seja, os recursos provêm de fundos que o governo libera para os consumidores que desejam instalar energia solar, e são repassados pelo Banco do Brasil através dos programas que ele mesmo cria.

Os valores liberados podem chegar a até 100% do investimento, ou seja, tanto equipamentos quanto a mão de obra completa do projeto e instalação do sistema.

Um ponto importante a ressaltar é que, infelizmente, pessoas físicas da cidade ainda não são atendidas pelas linhas de financiamento de energia solar do Banco do Brasil, apenas empresas com linhas como a Proger Urbano Empresarial e FCO Empresarial.

Se você que está lendo esse artigo é morador urbano e quer energia solar residencial em sua casa, não desanime, pois várias linhas de financiamento de energia solar já são oferecidas com taxas e prazos bem atrativos. Conheça aqui!

Para pessoas que vivem e produzem no campo, no entanto, linhas como a Pronaf Eco e FCO Rural permitem financiar projetos, esta última atendendo também empresas junto à outras, como a Pronaf Agroindústria.

Vamos conhecer melhor, então, sobre cada uma dessas linhas de financiamento oferecidas pelo Banco do Brasil. Para facilitar, iremos separá-las entre Linhas de Financiamento Empresarial Urbano e Linhas de Financiamento Agronegócio.

Linhas de Financiamento Empresarial Urbano

 

Sistema Fotovoltaico Comercial Urbano

Proger Urbano Empresarial

Utilizando recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Governo Federal, o Proger Urbano Empresarial é uma linha de financiamento para a reforma, modernização e a aquisição de bens de empresas.

Entre os equipamentos financiados estão os sistemas fotovoltaicos para geração de energia elétrica, que são cada vez mais uma aposta de empresas para fugir das altas contas de luz.

Um detalhe importante dessa linha é que ela só é liberada para projetos que proporcionem geração ou manutenção de empregos e renda.

PÚBLICO-ALVO

Empresas de micro, pequeno e médio porte, que possuam um faturamento bruto de no máximo R$ 10 milhões de reais no ano.

JUROS OU TAXAS

As taxas de juros variam bastante de acordo com o relacionamento que o cliente possuir com o banco. Já a tarifa de operação do crédito é de 3% do valor, ficando limitado a R$200,00 mínimo e R$5.000,00 máximo.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

O valor máximo liberado é de até R$1 milhão, incluindo o Capital de Giro Associado e limitado à 80% do projeto de investimento.

Ou seja, do total do valor do projeto, 80% poderão ser financiados pela linha e 20% poderão ser usados como capital de giro para melhorar o fluxo de caixa da empresa.

PRAZO

Até 72 meses para o financiamento e até 36 para o capital de giro.

CARÊNCIA

Até 12 meses.

GARANTIAS

Utilização de fundo garantidor (FAMPE) para garantir parte do financiamento e ter acesso a taxas diferenciadas.

Como Adquirir

O primeiro passo é tornar-se cliente do banco, caso ainda não seja e, então, solicitar a linha de crédito, a qual está sujeita à aprovação cadastral e de crédito. 

FCO Empresarial

O FCO Empresarial é uma linha de financiamento que utiliza recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), criado pelo Governo Federal para o fomentar o desenvolvimento dessa região do país.

PÚBLICO-ALVO

Empresas privadas de todos os portes com atividade produtiva nos setores industrial, agroindustrial, mineral, turístico, comercial, de serviços e de infraestrutura econômica, situadas nas regiões Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, ou Mato Grosso do Sul.

JUROS OU TAXAS

As taxas de juros são definidas caso a caso, já a tarifa de operação de crédito está vinculada ao valor do projeto, variando entre 0,50% e 1,25%.

Essa linha ainda conta com bônus de adimplência, ou seja, o cliente que pagar as prestações em dia recebe um abate de 15% sobre os juros.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do investimento pode ser financiado pela linha, com limite do valor financiado em R$ 5 milhões para o setores de serviços e comercial, e R$ 10 milhões para os demais segmentos. 

Nestes, ainda, caso o empreendimento tiver extremo valor para o desenvolvimento da comunidade, o limite pode chegar até 100 milhões de reais.

PRAZO E CARÊNCIA

Somente após a análise de crédito e enquadramento do projeto nas linhas desse fundo é que o prazo e carência são estabelecidos, podendo chegar à 20 anos para o primeiro e variando entre 3 meses a 5 anos para o segundo.

GARANTIAS

É exigida uma garantia de 130% do valor financiado para o FCO.

COMO ADQUIRIR

Para obter financiamento do Banco do Brasil por meio do FCO, o interessado deve, primeiramente, procurar uma agência do banco para consultar se o seu projeto se enquadra nos programas do fundo.

Estando apto, o cliente deve então abrir uma conta no banco, exigência para adquirir o financiamento, ou então atualizar os dados no caso de já possuir conta.

Após a análise das informações financeiras e de garantias oferecidas, o gerente do banco irá fornecer a lista de documentos necessárias e definirá o limite do valor a ser liberado.

Com isso definido, o banco formaliza a proposta de financiamento e o cliente então deverá apresentar o projeto técnico, que deve englobar todos os aspectos inerentes ao mesmo, assim como conformidade com aspectos legais, entre outros.


Independentemente da linha escolhida, o primeiro passo para colocar energia solar em sua empresa é solicitar o orçamento do seu projeto.

A Blue Sol possui experiência com todas as linhas de financiamento de energia solar Banco do Brasil. Solicite seu orçamento sem compromisso pelo botão abaixo: 


Linhas de Financiamento Agronegócio

Sistema Fotovoltaico Para o Campo

FCO RURAL – Investimento Agropecuário

A FCO Rural é a linha de financiamento proveniente dos recursos do FCO destinada ao campo, atendendo tanto pessoas físicas como jurídicas para o desenvolvimento ou ampliação das suas atividades agropecuárias e agroindustriais.

A linha financia a aquisição de materiais e equipamentos de uso destinados a armazenagem, barragens, obras civis, máquinas, implementos, geração de energia, irrigação, entre outras atividades.

PÚBLICO-ALVO

É direcionado aos produtores rurais, tanto pessoa física como jurídica, bem como cooperativas e associações com atividade rural localizada na região Centro-Oeste.

JUROS OU TAXAS

As taxas de juros variam de acordo ao cliente e tamanho do projeto, ficando entre 7,5% a 10% ao ano.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do investimento poderá ser financiado, com o teto de R$30 milhões por tomador, incluindo aqueles categorizados como grupo empresarial, grupo agropecuário, cooperativa de produção ou associação de produtores rurais.

Caso o projeto a ser implantado seja considerado de alta relevância e estruturante, o teto de financiamento pode chegar a R$ 300 milhões. 

PRAZO E CARÊNCIA

Analisado caso a caso, os prazos oferecidos para pagamento são de até 240 meses (20 anos), com carência de até 12 anos dependendo da atividade exercida pelo cliente.

COMO ADQUIRIR

O consumidor deve procurar o gerente da agência escolhida e perguntar quais os passos para que ele ou sua empresa possam obter o financiamento.

O gerente irá então informar qual o programa e linhas de financiamento elegíveis e, mediante a análise do projeto e do histórico do cliente, estipular a porcentagem de participação do financiamento, seu prazo, carência, juros e garantias.

Pronaf Agroindústria

Essa é uma das linhas do Banco do Brasil oferecidas com recursos do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), criado pelo governo em 1996 e com abrangência nacional.

Destinada exclusivamente a pessoas jurídicas, essa linha oferece crédito para empreendimentos familiares rurais, cooperativas e produtores familiares com atuação na agropecuária, produtos florestais e artesanais e ou turismo rural.

Os investimentos devem ser destinados para o beneficiamento, processamento, armazenagem e comercialização de seus produtos e serviços, incluindo obras de infraestrutura.

PÚBLICO-ALVO

Empreendimentos familiares rurais (pessoa jurídica), cooperativas e produtores familiares, exceto os enquadrados nos grupos A, A/C e B*.

JUROS OU TAXAS

Pré-fixada: 4,6% a.a.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do projeto poderá ser financiado, respeitando os limites:

  • Pessoa jurídica: até R$ 330 mil, respeitado o limite individual por sócio/participante.
  • Cooperativa: até R$ 35 milhões, respeitado o limite individual de R$ 45 mil por cooperado.

PRAZO E CARÊNCIA

Até 10 anos, com até 3 anos de carência, de acordo com o item financiado.

Pronaf Eco

A Pronaf Eco é a linha de financiamento de energia solar Banco do Brasil que atende pessoas físicas com o repasse dos recursos do Pronaf.

O crédito é destinado à investimentos em técnicas que minimizam o impacto da atividade rural ao meio ambiente, bem como permitam ao agricultor melhor convívio com o bioma em que sua propriedade está inserida.

PÚBLICO-ALVO

Produtores familiares que apresentem Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), exceto os enquadrados nos grupos A, A/C e B*.

JUROS OU TAXAS

  • 2,5% a.a. para projetos eco.
  • 4,6% a.a. para silvicultura.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do investimento poderá ser financiado pelos produtores que aderirem ao programa, com o limite máximo de financiamento de R$ 165 mil.

PRAZO E CARÊNCIA

Até 12 anos, com até 8 anos de carência, dependendo do empreendimento financiado.

COMO ADQUIRIR

Para ambas as linhas Pronaf do Banco do Brasil, a empresa ou produtor rural devem primeiramente conseguir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) junto a um sindicato rural ou empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

Para isso, eles não podem estar listados entre os os consumidores dos grupos listados abaixo, constante no banco de dados disponibilizado no site do Banco Central do Brasil (BCB) acerca do Pronaf:

* Grupos A, A/C e B:

  • Grupo A: assentados pelo Programa Nacional de Reforma Agraria (PNRA) ou beneficiários do Programa Cadastro de terras e Regularização Fundiária (PCRF) ou beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).
  • Grupo A/C: assentados pelo PNRA ou beneficiários do PCRF ou beneficiários do PNCF que tenham contratado a primeira operação no Grupo A e que não tenham contratado financiamento de custeio, exceto no próprio Grupo A/C.
  • Grupo B: beneficiários cuja renda bruta familiar anual não seja superior a R$ 23.000,00 (vinte e três mil reais) e que não contratem trabalho assalariado permanente.

Com posse da DAP, o produtor ou empresa deve então procurar a agência do Banco do Brasil de escolha e solicitar a linha de financiamento indicado ao seu negócio.

BB Prodecoop

O Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária do Banco do Brasil visa incrementar a competitividade do complexo agroindustrial das cooperativas agropecuárias.

A linha financia equipamentos, serviços e obras para modernização dos seus sistemas produtivos e de comercialização.

PÚBLICO-ALVO

Todos os portes de cooperativas agropecuárias.

JUROS OU TAXAS

9,5% ao ano.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 90% do valor do empreendimento, com limite de financiamento de R$ 110 milhões.

Caso os recursos forem destinados a cooperativas centrais em projetos de industrialização de produtos prontos para o consumo humano, processados e embalados, esse limite pode chegar a R$ 200 milhões. 

PRAZO E CARÊNCIA

De 30 a 144 meses, com carência de até 36 meses.

COMO ADQUIRIR

Ser cliente do banco e solicitar o crédito junto a sua agência.

BB Inovagro

Utilizando recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), o BB Inovagro é a linha do Banco do Brasil para repasse dos financiamentos Inovagro, sendo uma das agências credenciadas.

O crédito é destinado para investimentos necessários à incorporação de inovação tecnológica em propriedades rurais, contribuindo para o aumento da produtividade, e a adoção de boas práticas agropecuárias e de gestão dos empreendimentos.

PÚBLICO-ALVO

A linha está disponível para produtores rurais (pessoas físicas ou jurídicas) e suas cooperativas de produção.

JUROS OU TAXAS

A taxa de juros é de 6% ao ano.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

O crédito é liberado para até 100% do valor proposto e o teto de financiamento é de até R$ 1,3 milhão, por beneficiário, por ano agrícola, para empreendimento individual e, até R$ 3,9 milhões para empreendimento coletivo, respeitado o teto individual por participante.

PRAZO E CARÊNCIA

O prazo para pagamento é de até 10 anos, incluída a carência de até 03 anos, a depender do item financiado.

SIMULADOR

No site do Banco do Brasil é disponibilizado um simulador para o financiamento a partir do BB Inovagro, confira através do link.

COMO ADQUIRIR

Ser cliente do banco e solicitar o crédito junto a sua agência.

BB Investe Agro

Linha do BB para financiamento de bens e serviços relacionados a atividade agropecuária com condições mais abrangentes e simplificadas.

O BB Investe Agro oferece a facilidade na contratação do crédito e a agilidade na liberação dos recursos como diferenciais das demais linhas.

Com o Investe Agro é possível adquirir máquinas novas ou usadas, de fabricação nacional ou importadas, incluindo sistemas para geração de energia elétrica.

PÚBLICO-ALVO

Produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, exceto agricultores familiares ou iniciantes e cooperativas de produção agropecuária, singulares ou centrais.

JUROS OU TAXAS

Taxas de mercado.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do valor proposto.

PRAZO E CARÊNCIA

O prazo da operação é de até 5 anos, com carência de até 1 ano e parcelas mensais, semestrais ou anuais. 

COMO ADQUIRIR

Ser cliente do banco e solicitar o crédito junto a sua agência.

Pronamp Investimento

A linha Pronamp do Banco do Brasil é voltada ao desenvolvimento das atividades rurais do médio produtor, incluindo a implantação de sistemas de energia solar.

É possível financiar bens novos, como máquinas, equipamentos, caminhões e embarcações, estruturas de armazenagem e outros serviços necessários ao empreendimento.

PÚBLICO-ALVO

A linha está disponível para produtores rurais (pessoas físicas ou jurídicas) que atenda cumulativamente aos seguintes requisitos: 

  • Seja proprietário, posseiro, arrendatário ou parceiro; 
  • Tenha, no mínimo, 80% de sua renda bruta anual originária da atividade agropecuária ou extrativa vegetal; 
  • Possua renda bruta anual de até R$ 2 milhões, considerando a soma das rendas provenientes da atividade agropecuária e demais rendas não agropecuárias.

JUROS OU TAXAS

A taxa de juros é de 6% a.a.

LIMITES DE FINANCIAMENTO

Até 100% do valor do investimento poderá ser financiado, com o teto fixado em até R$ 430 mil, por beneficiário, por ano agrícola, para empreendimento individual e para empreendimento coletivo, é limitado a 10 beneficiários, respeitado o teto individual por participante.

PRAZO E CARÊNCIA

O prazo para pagamento é de até 8 anos, com carência de até 3 anos.

COMO ADQUIRIR

Ser cliente do banco e solicitar o crédito junto a sua agência.


Se você é produtor rural autônomo ou dono/sócio de empresa do agronegócio, então precisa conhecer como a energia solar pode aumentar a produtividade do seu negócio.

A equipe Blue Sol estará pronta para elaborar o seu orçamento e lhe passar todas as informações sobre as linhas de financiamento de energia solar rural mais adequadas a você. Clique no botão abaixo e confira:

Analista de Marketing
Redator e Tradutor