O Guia Prático do Financiamento de Energia Solar Residencial: As 3 Melhores Linhas da Atualidade Que Você Precisa Conhecer

O Guia Prático do Financiamento de Energia Solar Residencial: As 3 Melhores Linhas da Atualidade Que Você Precisa Conhecer
O que achou?

Através do Financiamento de Energia Solar Residencial, milhares de brasileiros estão conseguindo instalar as placas solares e economizar até 95% na conta de luz. São 3 linhas principais de crédito para instalar energia solar em casa.

Se existe um lugar onde a energia solar no Brasil está crescendo mais, esse é o telhado das milhões de casas espalhadas pelo país, que a cada ano ganham mais facilidade através das linhas de financiamento de energia solar residencial.

Irei mostrar neste artigo as 3 melhores linhas de financiamento para a compra e instalação de dos sistemas fotovoltaicos, mas antes, vamos conhecer melhor como eles funcionam e porque cada vez mais consumidores apostam neles.

Como Funciona Energia Solar Residencial

Todos os dias recebemos uma quantidade abundante de luz do sol, que que pode ser captada e convertida por nós para gerar a energia elétrica que tanto precisamos hoje em dia.

Isso é feito através das placas solares e demais conjunto de equipamentos que, os quais compõem o que chamamos de sistemas solares fotovoltaicos.

As placas, conhecidas como módulos fotovoltaicos, captam e convertem a luz do sol em energia elétrica, a qual é enviada a um outro aparelho chamado inversor, que converte a energia para os padrões da nossa rede elétrica.

Essa energia, então, é direcionada ao quadro de luz da residência para ser distribuída e consumida normalmente. Confira, no vídeo abaixo, o funcionamento dos sistemas fotovoltaicos:

Como vemos, esses sistemas são conectados à rede elétrica, por isso são chamados de sistemas On-Grid ou Grid Tie. Existem também os sistemas isolados (Off Grid), porém muito mais caros e que exigem maior manutenção.

Dessa forma, nos sistemas On-Grid, se a energia gerada não for consumida na hora, ela será injetada na rede elétrica e emprestada à distribuidora local, gerando ao consumidor os seus créditos energéticos.

Estes, então, poderão ser usados pelo consumidor para abater do que ele consumiu da rede durante a noite ou em momentos de pouca luminosidade e, consequentemente, geração do sistema.

Os créditos de energia são fruto do sistema de compensação de energia elétrica, criado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) através das normas que criaram e regulamentam esse segmento de geração distribuída.

São muitos motivos que levam esses consumidores a apostarem na tecnologia dos painéis solares, entre os quais podemos destacar:

  • Economia de até 95% na conta de luz;
  • Proteção contra a inflação energética;
  • Valorização do imóvel;
  • Longa Vida Útil da Tecnologia, com 25 anos de geração garantida;
  • Rápido Retorno sobre o Investimento (ROI);
  • Pouca Manutenção.

As três Melhores Linhas de Financiamento Energia Solar Residencial da Atualidade

Podemos ver, então, que são várias vantagens na aquisição dos sistemas, o que faz com que o número desses sistemas “cresça como chuchu” a cada ano.

São, hoje, mais de 37.500 consumidores que geram sua própria energia, sendo que a maioria deles, ou 78%, são de telhados residenciais.

O custo de um sistema fotovoltaico, no entanto, ainda é a barreira para quem deseja gerar sua própria energia no Brasil. 

Embora o preço da tecnologia fotovoltaica esteja decaindo nos últimos anos, muita gente ainda acredita que possuir um sistema fotovoltaico é algo “fora de mão” por conta do preço. 

É aí que entra o financiamento de energia solar residencial, que permite adquirir e instalar o sistema e quitá-lo em várias e suaves parcelas.

Pense só no seguinte cenário: você compra um sistema fotovoltaico que te gera R$ 468 de economia na conta de energia todo mês.

A partir daí você paga a parcela do financiamento do sistema com esses mesmos R$ 468 reais. Em um determinado tempo a parcela vai acabar, mas o seu sistema solar continuará com você por anos e anos, trazendo muita economia.

Incrível, não é mesmo?

Pois saiba que isso é uma realidade possível. Conheça as 3 melhores linhas de financiamento de energia solar residencial no Brasil abaixo e veja como você pode ter o seu sistema agora:

Santander Blue Sol

Essa linha é oferecida diretamente através da Blue Sol, ou seja, você solicita o seu orçamento gratuito e, caso queira fechar o negócio, nós solicitamos a linha de crédito junto ao banco. Confira os detalhes:

Financia quanto?

100% do investimento.

Juros

1,2% a 3,9% a.m.

Prazo

De 4 a 60 meses.

Garantias

O próprio sistema.

Requisitos

Necessária aprovação na plataforma online.

Documentos para efetivação do crédito Santander:

  • COMPROVANTE DE RENDA OU DE PATRIMÔNIO
  • CONTRATO PESSOA FISICA
  • DOCUMENTO DE IDENTIDADE
  • DOCUMENTO DO BEM OU SERVIÇO
  • PESQUISA DE DÉBITOS NO CPF/CNPJ
  • PESQUISA DE PROTESTO NO CPF/CNPJ
  • PESQUISA DE SITUAÇÃO CADASTRAL DO CPF/CNPJ

Outras Informações

Aprovação em até 24 Horas.

Faturamento

Pagamento feito diretamente a Blue Sol.

Santander (CDC – Agência)

Essa é a nova linha de financiamento do Santander anunciada no final de agosto, que permite aos clientes do Santander Select e Van Gogh solicitar o crédito diretamente em suas agências. Confira:

Financia Quanto?

100% do investimento.

Juros

Pessoa Física:

  • 0,99% a.m. em até 36x.
  • 1,08% a.m. em até 60x.

Utilizando investimento como garantia:

  • 0,97% a.m. até 60x.

Prazo

Até 60x.

Garantias

O próprio sistema.

Requisitos

Ser correntista Santander.

Faturamento

Pagamento feito diretamente a Blue Sol.

BV Financeira

Em parceria recente com a BV Financeira, a Blue Sol agora trabalha também com a sua linha de crédito exclusiva para energia solar. A solicitação dessa linha também e feita diretamente por nós, dando mais facilidade a você. Confira as informações:

Financia quanto?

Até 100% do investimento.

Teto

Até R$ 200 mil

Juros

1,5% a 2% a.m.

Prazo

Até 5 anos.

Carência

Até 2 meses.

Garantias

O próprio sistema.

Requisitos

Código FINAME.

O financiamento fica condicionado à apresentação de projeto técnico específico, elaborado por profissional habilitado, com descrição das inovações tecnológicas, além dos demais documentos exigidos nas operações de crédito rural.

Outras Informações

Possibilidade de composição de renda – cônjuge.

Faturamento

Pagamento dos equipamentos diretamente para o fornecedor e pagamento do serviço diretamente para a Blue Sol, mediante a apresentação da Nota Fiscal de Serviço.

O pagamento da BV – tanto para o distribuidor quanto para a empresa instaladora – é logo após o cliente entregar todos os contratos assinados.

Achou complicado? Quer mais informações sobre as linhas de financiamento e os sistemas fotovoltaicos? Então clique no botão abaixo e fale com um dos nossos especialistas comerciais:


Hey! O que achou do artigo? Deixe sua opinião, dúvida ou sugestão abaixo, ela é muito importante para nós. 

Analista de Marketing
Redator e Tradutor