Em Conjunto com Banco Alemão, BNDES Lança Fundo de US$142 Milhões Para Projetos de Renováveis

Em Conjunto com Banco Alemão, BNDES Lança Fundo de US$142 Milhões Para Projetos de Renováveis
7 (140%) 2 votes

Projetos de geração de energia e eficiência energética através do uso de fontes renováveis acabam de ganhar novo fundo de financiamento no Brasil no valor de US$141,72 milhões.

A linha de crédito conjunta é resultado da parceria entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o banco de desenvolvimento alemão Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW).

O fundo irá apoiar projetos de uso das energias Solar, eólica, pequenas centrais hidrelétricas, bioenergia de resíduos, iluminação pública e cogeração na indústria, ajudando a contribuir para a mitigação das mudanças climáticas.

Segundo comunicado pelo BNDES, o fundo irá atender a crescente demanda no Brasil por financiamentos desse tipo de projetos, os quais irão ajudar a diversificar a matriz energética brasileira e promover a necessária economia de energia em tempos de escassez.

Essa nova linha do BNDES com o KfW visa a preservação do meio ambiente global no âmbito da DKTI (German Climate Technology Initiative, ou Iniciativa Alemã de Tecnologia Climática).

A DKTI é uma iniciativa conjunta do KfW e do Ministério Federal para a Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ), que tem como objetivo incentivar países emergentes e em desenvolvimento a investir em esforços voltados para o meio ambiente e para a proteção climática.

Não foram fornecidos mais detalhes sobre como os fundos serão alocados, porém, no último mês de novembro, o BNDES modificou as condições de financiamento para projetos de energia renovável em larga escala que competem nos leilões de energia reserva realizados pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), incluindo a participação máxima de 80%, independentemente da tecnologia.

O primeiro financiamento desse tipo foi atribuído a um projeto fotovoltaico, a usina solar de Pirapora, das empresas EDF Energies Nouvelles (EDF EN) e Canadian Solar, com 150 Megawatts de potência e localizada no estado de Minas Gerais.

A usina utiliza equipamentos fabricados no Brasil pela Canadian Solar, através de sua fábrica instalada no estado de São Paulo.

Fonte de informação: PV Magazine – Site

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: