Inovação da tecnologia solar fotovoltaica e o fim dos combustíveis fósseis

Inovação da tecnologia solar fotovoltaica e o fim dos combustíveis fósseis
Inovação da tecnologia solar fotovoltaica e o fim dos combustíveis fósseis
5 (100%) 1 vote

A tecnologia Solar fotovoltaica é a forma de geração de energia entre as renováveis mais utilizada no mundo e, conforme novas pesquisas vão inovando os meios como ela pode ser aplicada, a Solar deve se consolidar como a maior fonte de energia mundial.  

Que a energia Solar é a fonte renovável que mais vem sendo utilizada pelos países do mundo inteiro já não é mais novidade. Porém, como acontece com a maioria delas, a tecnologia solar fotovoltaica é continuamente inovada através de pesquisas que buscam não somente aumentar a sua eficiência e vida útil, mas também ampliar as formas como ela pode ser utilizada em nosso dia a dia.

Um exemplo recente disso veio no ano passado, quando o empresário Elon Musk, fundador da Tesla e grande advogado no uso de tecnologias sustentáveis como forma de combate ao aquecimento global, apresentou ao mundo as telhas solares, integrando belamente os sistemas fotovoltaicos aos telhados das casas.

Antes concorrentes, invenção promete aliar tecnologia solar fotovoltaica e eólica

Dentre as fontes de energia renováveis, a Solar e a eólica, por possuírem maior disponibilidade, sempre foram as mais utilizadas e que receberam os maiores investimentos. Imagine então se fosse possível captar simultaneamente essas duas fontes limpas em uma só tecnologia.

Pois é isso que o Dr. Joe King e sua equipe de pesquisadores da universidade de Liverpool estão buscando alcançar com a sua turbina eólica solar, que nada mais é que uma turbina eólica equipada com células fotovoltaicas em suas pás. Assim, ao mesmo tempo em que a turbina é movida pela força do vento, suas pás captam a luz do sol e produzem ainda mais energia.

Por se tratarem de duas fontes de energia intermitentes, pois quando não há luz do sol ou ventos a geração cessa, o intuito com esse novo projeto, segundo o pesquisador britânico, é garantir a geração elétrica através dessas fontes limpas independente da estação do ano.

Em entrevista, Dr. King cita como um exemplo de lugar indicado para o novo invento aqueles com um longo período sem incidência solar, porém mantendo bons índices de vento. Países como a Austrália, que possui abundância dessas duas fontes de energia, também poderiam se beneficiar muito desse novo invento, segundo ele.

A energia solar e o seu papel na transformação do mundo

Pesquisas como essa são um exemplo dos esforços que vem sendo feitos por cientistas, pesquisadores e outros profissionais do mundo inteiro na busca pela utilização de tecnologias de baixa emissão de carbono, o grande vilão do aquecimento global e questão chave hoje nas políticas ambientais da maioria dos países.

Como prova desse poder de transformação das tecnologias sustentáveis, foi divulgado este mês um estudo realizado pelo Grantham Institute, do Imperial College de Londres, e a Carbon Tracker Initiative, que afirma que o uso de veículos elétricos e energia solar poderão impedir o crescimento do carvão e do petróleo.

Intitulado “Espere o inesperado: o poder disruptivo da tecnologia de baixa emissão de carbono”, o relatório aponta que o aumento na frota de veículos elétricos poderia, exclusivamente, ser responsável pela inutilização de 2 milhões de barris de petróleo por dia até 2025.

“Veículos elétricos e energia Solar são game-changers que a indústria de combustíveis fósseis sempre subestima. Novas inovações podem fazer com que nossos cenários pareçam conservadores daqui a cinco anos. Neste caso, o erro na previsão da demanda por parte das empresas será ainda maior”, alertou Luke Sussams, pesquisador sênior da Carbon Tracker.

O estudo constata que, como os setores de energia e transporte rodoviário são responsáveis por cerca de metade do consumo de combustíveis fósseis, o desenvolvimento de projetos de tecnologia solar fotovoltaica e aumento no número de veículos elétricos poderá impactar substancialmente a sua demanda.

No entanto, o relatório aponta que grandes empresas de energia ainda subestimam o avanço das fontes renováveis em seus métodos antiquados de negócio e adverte para a provável desvalorização dos ativos dos combustíveis fósseis conforme a transição para as energias limpas se acelera.

Futuro limpo

Mas o cenário é positivo, diz o relatório, apontando uma transição atual para uma economia de baixo carbono, quando levamos em consideração os compromissos de redução de emissão assumidos pelas nações no Acordo Climático de Paris (COP 21), juntamente com as últimas projeções de redução de custos dos veículos elétricos e da energia solar fotovoltaica, a qual já havia se tornado a forma mais barata de geração de energia elétrica no final do ano passado.

Segundo as previsões contidas no documento, a partir de 2020 os carros elétricos já serão mais baratos que os convencionais e irão ganhar cada vez mais espaço no mercado, partindo de um terço em 2035 para mais de dois terços até 2050, representando por 1,7 bilhão deles, ou 69%, enquanto os modelos por combustão por apenas 12%.

Já a energia proveniente da tecnologia solar fotovoltaica, segundo as projeções do relatório, poderia representar 23% da geração de energia global até 2040 e 29% até 2050, o que deixaria o gás natural com apenas 1% do mercado e eliminaria de vez o uso do carvão como fonte de energia. O petróleo, por sua vez, poderia ter uma demanda estável entre 2020 e 2030, após isso entrando em um declínio constante até 2050.

Com esse cenário, o estudo indica que o aquecimento global ficaria limitado entre 2,4ºC e 2,7ºC até 2100, com probabilidades de 50% e 66%, respectivamente. Porém, estes podem chegar a 2,1ºC e 2,3ºC, caso os países se comprometam além do que assumiram em seus acordos e invistam mais na tecnologia solar fotovoltaica e nos carros elétricos, o que ajudaria a reduzir ainda mais seus custos e aumentar a sua popularização.

Fontes de Informação:  Ciclo Vivo – Fonte          Ambiente Energia – Fonte

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: