Capacidade Fotovoltaica Aumenta 54% em Países Emergentes

capacidade-fotovoltaica-aumenta-54-em-paises-emergentes
Capacidade Fotovoltaica Aumenta 54% em Países Emergentes
6.7 (133.33%) 3 votes

A nova capacidade da solar fotovoltaica está crescendo a um ritmo acelerado nos mercados emergentes. Este crescimento é alimentado pela queda dos preços dos equipamentos e aplicações inovadoras que estão ampliando o acesso à energia para milhões.

É o que informa um novo e abrangente estudo da Bloomberg New Energy Finance (BNEF) sobre a atividade de energia limpa em países em desenvolvimento chave, chamado Climatescope.

Um total de 34 gigawatts da nova capacidade de geração de energia solar entrou em linha em 2016 em 71 países de mercados emergentes estudados pela BNEF como parte de sua pesquisa climática anual, que foi lançada no BNEF Future of Energy Summit (Cúpula do Futuro da Energia), em Xangai.

Esse total vem de de 22 gigawatts instalados em 2015 e 3 gigawatts somados desde o ano de 2011. Essa capacidade cumulativa total cresceu 54% em termos de ano a ano e mais do que triplicou em três anos. A capacidade adicionada apenas em 2016 atenderia às demandas anuais totais de eletricidade de 45 milhões de casas na Índia, ou de todas as casas no Peru ou na Nigéria.

A China representou a grande maioria disso, com 27 gigawatts adicionados, de longe a maior parte de qualquer país, mas outras nações também viram um forte crescimento, como a Índia, que adicionou 4,2 gigawatts.

Enquanto isso, o Brasil, o Chile, a Jordânia, o México e o Paquistão, assim como nove outras nações, viram sua capacidade fotovoltaica instalada crescer duas vezes ou mais em 2016. No geral, a solar representou 19% de toda a nova capacidade de geração adicionada no ano passado entre os países pesquisados, ante 10,6% em 2015 e 2% em 2011.

“A queda maciça dos preços dos módulos fotovoltaicos que vimos ao longo dos últimos anos continua a surtir efeito nos países em desenvolvimento”, disse Ethan Zindler, chefe das Américas para o BNEF. “Está criando oportunidades que vão desde projetos de vários milhões de dólares que atendem à rede, a instalações em pequena escala que permitem aos agricultores aumentar seus rendimentos através de uma melhor irrigação e se conectar à Internet”.

grafico-crescimento-da-solar-em-paises-em-desenvolvimento
Nova capacidade solar (GW) fotovoltaica instalada em nações em desenvolvimento.

O Climatescope é uma avaliação quantitativa detalhada, país por país, das condições do mercado de energia limpa e oportunidades de nações na América do Sul, Europa, África, Oriente Médio e Ásia.

Os 71 países estudados representam 32,5% do PIB mundial e 72,4% da população mundial, bem como a grande maioria da atividade econômica em todos os países não membros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

O total acumulado da solar em todos os países não membros da OCDE em 2016 foi de 34,6 gigawatts)

Com base em 43 indicadores de dados e 179 sub-indicadores, o Bloomberg New Energy Finance determina as pontuações para cada nação numa base de 0 a 5 e, em seguida, classifica-os.

Texto original (em inglês) – BNEF/Site

Analista de Marketing
Redator e Tradutor

Recomendamos para Você: