Contínua Queda de Preços Da Tecnologia Fotovoltaica Aumenta Número de Sistemas Instalados no Brasil

Contínua Queda de Preços Da Tecnologia Fotovoltaica Aumenta Número de Sistemas Instalados no Brasil
5 (100%) 1 vote

A empresa de pesquisa e consultoria, Greener, especializada no setor de energia solar fotovoltaica, acaba de lançar seu estudo sobre o mercado de geração distribuída do Brasil com o balanço para o segundo semestre de 2018.

E, assim como o primeiro estudo da empresa deste ano, os números mais uma vez apontam para uma queda dos preços da tecnologia em virtude do crescimento do número de sistemas fotovoltaicos instalados.

Essa tendência na depreciação da tecnologia registrada nos últimos dois anos é ainda mais acentuada nesse novo estudo, com os preços dos sistemas caindo mais de junho de 2017 para junho de 2018 para sistemas de até 1 Megawatt.

Segundo o estudo, o preço médio de um sistema solar residencial de 4 kW (quilowatts) caiu 12,5% nesse período analisado, de R$ 6,58 o watt instalado (/W) para R$ 5,76/W.

Desse total atual, a empresa ainda informa que R$2,11 representa o custo de instalação do sistema, enquanto o custo do preço médio do próprio sistema responde pelos R$3,65 restantes.

Para um sistema comercial de 50 kW,  a queda de preço no ano foi de 8%, de R$ 4,83/W para 4,41/ W, sendo R$ 1,52 desse valor referente aos custos de mão de obra e R$ 2,89 para o preço médio do sistema.

Já para um minigerador de 1 MW, a queda do preço médio foi de 9,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, de R$4,18/W para R$3,78/W, sendo R$1,05 para o serviço e R$2,37 para equipamento.

Essa contínua queda dos preços é reflexo de um mercado de consumidores da tecnologia que não para de crescer, liderados justamente por aquele segmento com a maior queda registrada, o residencial.

Até o presente, o Brasil já conta com 35.960 estabelecimentos com geração distribuída pela solar fotovoltaica, totalizando mais de 341 MW de potência, sendo que cerca de 77% desses “telhados solares” são residenciais, 16,2% comerciais e o restante divido entre os demais.

Segundo a Greener, foram consultadas 768 empresas integradoras de todos os portes para o estudo, no período entre 18 de junho e 11 de julho deste ano.

Analista de Marketing
Redator e Tradutor