Brasil Atinge 1,6 Gigawatts de Capacidade Instalada da Energia Solar Fotovoltaica

Brasil Atinge 1,6 Gigawatts de Capacidade Instalada da Energia Solar Fotovoltaica
5 (100%) 1 vote

O Brasil tinha 1.601 megawatts (MW) de energia solar conectada à rede no final de junho de 2018, de acordo com o Boletim Mensal do Monitoramento do Sistema Elétrico do Ministério de Minas e Energia (MME).

Esta capacidade é representada por 1.307 MW de projetos fotovoltaicos de larga escala comercializados nos leilões do governo (usinas solares) e por 296 MW de micro e minigeradores solares distribuídos (até 5 MW).

No final de junho de 2017, a participação da energia solar de projetos centralizados era de apenas 145 MW, enquanto as instalações do segmento distribuído totalizavam 92 MW.

Isso significa que, nesses 12 meses, um total de 1,36 GW foi conectado à rede do país, um crescimento mais forte do que nunca em ambos os segmentos.

A maior parte desses 1,36 GW, no entanto, foi instalada no segundo semestre de 2017. O MME destacou, de fato, que a energia solar recém-instalada nos primeiros seis meses deste ano foi de apenas 337,9 MW.

Apesar desse forte aumento, a participação da fotovoltaica na capacidade total de geração elétrica do Brasil, que totaliza 160,3 GW, permanece pequena, com apenas 1% – dos quais 0,8% compreende instalações de grande escala e 0,2%, geradores distribuídos. 

A energia hidrelétrica ainda é a maior fonte de energia, com 63,7%, seguida por termelétricas (incluindo biomassa) com 27,2%.

O vento é a terceira maior fonte, antes da solar, com uma quota de 8,1% e uma capacidade instalada de 12,9 GW.

Olhando para o futuro, o MME afirmou que espera que a nova capacidade total da fotovoltaica instalada em 2018 atinja 490,2 MW, enquanto que para 2019 está previsto um volume de 495,1 MW.

O MME, no entanto, geralmente fornece previsões conservadoras e, especialmente devido ao forte potencial de geração distribuída, a energia fotovoltaica instalada para os próximos dois anos pode ser muito maior.

Em um relatório recente, a consultoria brasileira Greener falou do forte potencial da geração distribuída no Brasil e do fato de que os preços continuaram a cair consideravelmente nos últimos meses.

Fonte: PV Magazine (notícia original em inglês)

Recomendamos para Você:

Analista de Marketing
Redator e Tradutor