As 5 Cidades do Brasil Que Mais Instalaram Energia Solar em 2019

Gerar a própria energia elétrica através de placas solares residenciais ou comerciais foi novamente a tendência de maior crescimento entre os brasileiros em 2019.

Com 113.302 instalações, entre micro e minigeradores distribuídos, a tecnologia trouxe economia e proteção na conta de luz para mais consumidores de todo o país.

No ranking das cidades com maior número de instalações, as 5 primeiras foram:

#1 Cuiabá-MT

  • Quantidade de Sistemas Residenciais instalados: 825
  • Quantidade de Sistemas Comerciais instalados: 179
  • Outros: 102
    Total: 1.106

#2 Rio de Janeiro – RJ

  • Quantidade de Sistemas Residenciais instalados: 992
  • Quantidade de Sistemas Comerciais instalados: 106
  • Outros: 5
    Total: 1.103

#3 Campo Grande – MS

  • Quantidade de Sistemas Residenciais instalados: 865
  • Quantidade de Sistemas Comerciais instalados: 167
  • Outros: 33
    Total: 1.065

#4 Uberlândia-MG

  • Quantidade de Sistemas Residenciais instalados: 804
  • Quantidade de Sistemas Comerciais instalados: 182
  • Outros: 23
    Total: 1.009

#5 Belo Horizonte-MG

  • Quantidade de Sistemas Residenciais instalados: 667
  • Quantidade de Sistemas Comerciais instalados: 179
  • Outros: 81
    Total: 927

Os dados são da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que criou e regula o segmento de geração distribuída desde 2012, quando promulgou as regras através da sua Resolução Normativa 482.

Desde então, a tecnologia fotovoltaica manteve a liderança invicta do segmento por utilizar a fonte mais abundante no país e por oferecer as maiores vantagens aos consumidores.

Com crescimento anual médio acima de 200%, o mercado solar brasileiro está em rápido desenvolvimento e já atraiu bilhões de reais em investimentos privados ao país.

Em todas as 5.570 cidades brasileiras, a quantidade de sol disponível é mais que suficiente para que pessoas e empresas gerem a sua própria energia através de um sistema de energia solar e, assim, economizem até 95% na conta de luz.

E é isso o que mais consumidores estão fazendo a cada ano, graças as consecutivas quedas nos preços da tecnologia e a oferta de linhas de financiamento energia solar.

Segundo a projeção da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o público da energia solar no Brasil deverá atingir 1,3 milhão de consumidores até 2029.