Como Economizar Energia Elétrica De Forma 100% Garantida em Sua Casa ou Empresa

como economizar energia elétrica _ capa blog

Economizar energia elétrica em casa ou empresa e reduzir até 95% da conta de luz é possível através da instalação de um sistema solar fotovoltaico, tecnologia capaz de transformar a luz do sol em eletricidade e que pode atender todo o imóvel por mais de 25 anos. Veja os detalhes.

Se você chegou até este artigo esperando aquelas dicas batidas de como economizar energia elétrica, então eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar.

A má notícia é que essas dicas não irão resolver o seu problema.

Claro que elas podem ajudar a evitar o desperdício de energia, algo benéfico ao meio ambiente e que pode trazer alguma redução na conta.

Mas essa economia será mínima e, infelizmente, pouco eficiente.

Pois com o preço da energia em nosso país em constante inflação, seguir esse caminho resultaria em sempre consumir menos de algo que precisamos todos os dias.

No entanto, a boa notícia é que existe uma solução definitiva, 100% eficaz e garantida para esse problema: os sistemas de energia solar.

Utilizando apenas a luz do sol, fonte de energia alternativa e gratuita mais abundante no mundo, a tecnologia consegue atender todo o consumo de qualquer casa, empresa ou propriedade rural. 

O resultado direto disso é uma economia de até 95% na conta de luz, além de vários outros benefícios desses sistemas que podem durar mais de 25 anos.

Veja abaixo o resultado da economia na conta de energia elétrica com o uso de sistemas fotovoltaicos: 

como economizar energia elétrica _ economia com energia solar residencial
Sistema residencial
como economizar energia elétrica _ economia com energia solar em empresa
Sistema comercial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja agora mesmo quanto custa um sistema para a sua casa ou empresa. Só clicar neste botão aqui 👇

Agora, para saber tudo o que você precisa sobre os sistemas fotovoltaicos, só continuar lendo abaixo:

Sistemas fotovoltaicos para economizar energia elétrica: como funciona

Assim como um gerador a diesel, um sistema fotovoltaico produz energia elétrica, mas usando para isso a luz do sol, fonte de energia limpa.

A geração da energia é feita pelo painel solar, composto de várias células fotovoltaicas que convertem a luz diretamente em eletricidade por meio do chamado efeito fotovoltaico.

Energia elétrica é algo instantâneo; caso não seja consumida, ela deverá ser escoada ou armazenada em algum lugar.

Assim sendo, existem dois tipos de sistemas fotovoltaicos:conectados à rede (On-grid) e isolados da rede (Off-Grid).

Nos sistemas On-Grid, a rede elétrica da distribuidora recebe todo o excedente de energia gerado durante o dia e fornece a energia consumida à noite, período em que o sistema não produz.

Por sua vez, os sistemas isolados utilizam um banco de baterias para armazenar a energia produzida no dia e que será consumida no período noturno.

Embora os sistemas Off Grid permitam o fim da conta de luz, as baterias utilizadas tornam o seu custo de instalação inacessível para a maioria dos consumidores.

Já os sistemas On-Grid são mais baratos e contam com linhas de financiamento, sendo a maioria esmagadora das instalações no Brasil.

Sistemas Conectados à Rede (On-Grid)

Confira na rápida animação abaixo como funciona um sistema fotovoltaico conectado à rede no Brasil:

Esses créditos energéticos derivam do sistema de compensação de energia elétrica criado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) em sua Resolução Normativa 482, de 2012.

A RN 482 foi o marco que permitiu aos consumidores produzir sua energia elétrica através de geradores movidos por fontes de energia renováveis, conectando-os às redes elétricas e realizando a troca da energia com a de suas distribuidoras.

E fique tranquilo pois, segundo as regras, as distribuidoras são obrigadas a conectar os sistemas a sua rede, caso esses atendam às exigências técnicas estabelecidas.

Ao final do mês, na sua conta de energia serão informadas a quantidade de energia injetada e consumida da rede, sendo que um sistema pode facilmente gerar toda a quantidade de energia que foi consumida no mês.

Assim, o consumo de energia da rede é zerado pelos créditos, e você continua pagando apenas pelo custo de disponibilidade da rede, a taxa mínima de luz.

Créditos excedentes, ainda, ficarão válidos para uso por até 5 anos e podem também atender outros imóveis de sua titularidade localizados dentro da área de concessão da distribuidora.

Saiba tudo sobre essa possibilidade no artigo Geração de Energia Solar: 3 Modalidades Que Você Talvez Não Conheça

É assim que épocas de maior radiação solar compensam períodos com menos luz do sol, permitindo a você economizar até 95% na conta de luz todo mês.

Vantagens da Energia Solar 

Mas a possibilidade de economizar energia elétrica não é a única vantagem de um sistema fotovoltaico.

Conheça os 6 principais benefícios da energia solar fotovoltaica abaixo:

#1 Rápido Retorno do Investimento

A aquisição de um sistema solar é um investimento, e como tal possui um prazo de retorno.

Chamado também de payback, esse prazo de amortização é bem atraente para sistemas instalados no Brasil.

Segundo o estudo da empresa de Energia Comerc, que estimou o prazo para cada uma das capitais brasileiras, um sistema solar residencial no Brasil, hoje, tem payback médio de 3,52 anos.

Já um sistema comercial consegue se pagar em torno de 5,83 anos.

#2 Longa Vida Útil da Tecnologia

Embora fiquem expostas todos os dias sob o sol e chuva, as placas fotovoltaicas possuem uma vida útil acima de 25 anos.

Além disso, a maioria dos fabricantes garantem, até esse prazo, uma eficiência de no mínimo 80% em relação ao original.

Ou seja, até o final do seu 25º ano de vida, um módulo irá gerar pelo menos 80% da quantidade de energia que gerava no começo. 

O inversor, que é o outro grande equipamento do sistema, possui vida útil de no mínimo 15 anos.

Esta pode ser ainda maior se o sistema receber as manutenções necessárias.

#3 Pouca Manutenção

Apesar de gerarem energia 12 horas por dia, sistemas solares necessitam de pouquíssima manutenção.

A principal delas, e que pode ser feita pelo próprio consumidor, é a limpeza dos módulos.

Mas isso é só no caso deles estarem muito sujos, o que não é frequente visto que eles possuem uma película antiaderente que previne o acúmulo de sujeira.

No caso da poeira, a própria água da chuva se encarrega de levar embora.

Em caso de excesso de poluição ou excremento de pássaros, a limpeza é simples e necessita apenas de um jato d’água e uma vassoura de cerdas macias.

#4 Resistência a Intempéries

Além de pouca manutenção, o consumidor que instala um sistema pode ficar tranquilo quanto aos frequentes reparos necessários.

Os geradores têm seus equipamentos fabricados com as mais resistentes proteções contra surtos e danos físicos.

O painel, por estar vulnerável sobre o telhado, possui tamanha resistência que aguenta impactos de bolas de granizo, o que garante seu funcionamento durante a sua longa vida útil.

#5 Geração Silenciosa

Diferente de um gerador a diesel, um sistema fotovoltaico gera energia de forma silenciosa.

O processo de conversão da luz em energia é fotoquímico e não mecânico.

Isso ocorre silenciosamente dentro de cada uma das células que compõem o módulo (placa solar).

#6 Proteção

Por fim, mas não menos importante, a energia solar é a solução definitiva para uma velha conhecida dos brasileiros: a inflação energética.

Segundo dados do Ministério de Minas e Energia (MME), ela já acumula um aumento de 499% no valor da energia elétrica desde 2012.

E, infelizmente, esses aumentos não devem acabar tão cedo. 

As graves estiagens continuam castigando os reservatórios das hidrelétricas no país, aumentando o uso de termelétricas que produzem energia mais cara.

Além disso, novos aumentos são esperados devido aos efeitos da pandemia do coronavírus no setor elétrico do Brasil.

Portanto, gerar energia solar é também ficar livre da inflação por mais de 25 anos.

Simulador solar: saiba agora o preço da solução para economizar energia elétrica

Cada sistema é projetado para atender o consumo elétrico de determinada casa ou empresa.

Assim, quanto maior o consumo, maior o sistema e seu custo, mas também a economia com energia elétrica.

Por essa razão, não existe uma tabela de preços para sistemas de energia solar.

Mas existe um jeito muito fácil para você conhecer a estimativa do custo do seu sistema: uma calculadora solar.

Através dela você poderá conhecer o custo do sistema ideal para a sua casa ou empresa.

Basta informar a média do seu consumo de energia para que, em segundos, você conheça o resultado.

Clique no botão abaixo e conheça agora o preço da solução para você economizar energia elétrica:

Passo a passo para instalar um sistema e economizar energia elétrica

São 4 passos para instalar um sistema de energia solar na sua casa ou empresa.

Confira 👇

Orçamento

Os resultados apresentados no simulador solar, embora bem próximos, são apenas estimativas.

Para conhecer de verdade o seu projeto, você precisa solicitar o seu orçamento junto à empresa de energia solar, que também pode ser feito de forma on-line clicando aqui.

Além do valor final, no orçamento você também poderá conhecer a marca e modelos dos equipamentos que serão instalados.

Projeto

Após fechar o orçamento com a empresa, o próximo passo é a realização do seu projeto.

Para isso, a equipe técnica da empresa irá até o local para realizar a visita técnica, quando são coletadas as informações necessárias para o dimensionamento e instalação do sistema.

São analisadas questões como o espaço disponível e condições do telhado para recebimento do grupo de placas solares.

Isso é feito através de drones, evitando que técnicos precisem subir no telhado.

Para a escolha do local de instalação do inversor fotovoltaico, que leva poucos minutos em um local com pouquíssima circulação, existe um protocolo de segurança estipulado, não havendo necessidade de contato físico com o cliente durante esse processo.

Após colhidas essas informações, os engenheiros da empresa irão realizar o projeto do seu sistema que será entregue à distribuidora.

Instalação 

A instalação do sistema é a etapa mais rápida de todo o processo e acontece quase que totalmente na parte externa.

Dependendo do porte do imóvel, ela pode ser realizada em até 2 dias por uma equipe de 3 instaladores.

Todos os equipamentos do sistema são instalados, testados e conectados, seguindo um protocolo de higiene e segurança.

O acabamento dado na instalação é um quesito que distingue uma boa empresa nessa hora.

Especialmente no inversor, que deve ficar visível e ao alcance do proprietário para acompanhamento da geração do seu sistema.

Conexão

Por fim, o último passo para começar a sua economia com energia solar é a conexão do seu sistema à rede elétrica.

Essa parte é realizada pela própria equipe da distribuidora, que irá até o local para a vistoria da instalação.

Cabe aos técnicos averiguarem se as condições estão de acordo com o projeto apresentado pela empresa de energia solar.

Com tudo em ordem, a equipe então realiza a troca do relógio medidor pelo modelo bidirecional.

Esse relógio permite medir tanto a energia que vem da rede, como a energia injetada pelo sistema fotovoltaico.

Após realizar os últimos testes, a equipe irá conectar o seu sistema à rede elétrica e pronto!

Agora seu sistema já está funcionando e possibilitando você a economizar energia elétrica.

Clique no botão abaixo e saiba quanto custa a solução para o seu problema de como economizar energia elétrica.

O que achou?