Como Ganhar Dinheiro Vendendo Energia Solar: Passo a Passo Inicial para Lucrar com Franquia

como ganhar dinheiro vendendo energia solar _ capa blog

O caminho para ganhar dinheiro vendendo energia solar no Brasil é com uma franquia de empresa que vende e instala sistemas fotovoltaicos. Para isso, é preciso que você conheça como funciona a tecnologia e suas vantagens, a regulamentação do mercado, seu público-alvo e qual a franquia certa para você.

Nos últimos anos, o forte crescimento na venda e instalação de sistemas fotovoltaicos tornou esse mercado a melhor opção para novos empresários no país.

Ainda mais quando falamos em franquia de energia solar, que oferece várias vantagens e permite ganhos milionários já no primeiro ano.

Quer uma prova? Veja abaixo o depoimento do Nilton e Márcio, franqueados da Blue Sol Barra da Tijuca:

Assim como no Rio de Janeiro, centenas de milhares de consumidores em todo o país estão investindo nos sistemas fotovoltaicos como solução para a conta de luz alta.

Mas isso é só o começo!

Para 2029, a estimativa do Governo é de 1,3 milhão de consumidores gerando a própria energia.

Junte esse crescimento do mercado solar no Brasil com o potencial de ganhos do modelo de franquia, e você tem a receita do negócio de sucesso perfeito para você.

Agora é a hora de investir e começar a ganhar dinheiro vendendo energia solar.

Conheça abaixo o passo a passo inicial para se tornar um franqueado Blue Sol:

#1: Entenda como funcionam os sistemas solares e a regulamentação no Brasil

Em primeiro lugar, para trabalhar com a venda e instalação dos sistemas fotovoltaicos é preciso que você conheça como eles funcionam.

Utilizando as conhecidas placas de energia solar e outros equipamentos, essa tecnologia consegue transformar a luz do sol em energia elétrica e pode ser instalada em qualquer casa ou empresa.

Esses sistemas funcionam em conjunto com a rede elétrica, por isso são chamados de sistemas fotovoltaicos On-Grid.

Veja como é o funcionamento dessa tecnologia na rápida animação abaixo:

Você viu que existe uma troca diária de energia entre consumidor e distribuidora, a qual se estabelece através de regras criadas e mantidas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Resolução Normativa 482 (RN 482)

O marco regulatório inicial aconteceu em 2012, ano em que a Aneel promulgou a sua RN 482 com o conjunto de regras que criou o segmento de Geração Distribuída (GD).

Além de definir limites de potência para os micros e minigeradores, as regras também estipularam o processo e condições para a sua conexão com a rede elétrica.

Porém, o maior legado da RN 482 foi a criação do sistema de compensação de energia elétrica, os tais créditos energéticos que você viu no vídeo acima.

Foi esse sistema que tornou a tecnologia economicamente viável para o consumidor, permitindo a redução de até 95% na conta de luz.

Resolução Normativa 687

Três anos depois, a Aneel revisou as regras originais da geração distribuída através de sua RN 687, trazendo boas novidades.

Entre elas, o aumento na validade dos créditos excedentes (de 36 para 60 meses), dando ao consumir a oportunidade de utilizá-los por até 5 anos.

Também foi elevada a potência limite para sistemas de minigeração, que passou de 1 Megawatt (MW) para 5 Megawatts.

Mas a maior novidade da RN 687 foram as três novas modalidades de geração que a Aneel criou utilizando como base o sistema de créditos energéticos.

Saiba tudo sobre elas no artigo completo: Geração de Energia Solar: 3 Modalidades Que Você Talvez Não Conheça

Conhecer a fundo essas duas Resoluções Normativas da Aneel é o primeiro passo para você começar sua atuação no mercado solar no Brasil.

Por outro lado, os conhecimentos técnicos na tecnologia poderão ser obtidos através dos cursos e treinamentos oferecidos pela franqueadora. 

#2 Saiba apresentar as vantagens da tecnologia para seus clientes 

A tecnologia fotovoltaica oferece inúmeras vantagens ao consumidor, seja ele residencial, comercial ou agro.

No entanto, grande parte dos brasileiros ainda desconhece esses benefícios pela falta de conhecimento na própria tecnologia e seu funcionamento.

Assim, para conseguir convencer seu cliente e concretizar a venda do sistema, é importante ter na ponta da língua todas as vantagens da energia solar.

Veja abaixo as mais importantes:

Economia na conta de luz

É a principal vantagem da instalação de um sistema de energia solar, uma redução que pode chegar a 95% nas contas mensais.

Também é o principal motivo para a compra do sistema, como mostrou a pesquisa da Greener sobre o mercado de energia solar distribuído.

Lembre-se: o alto preço pago pela energia elétrica no Brasil é a maior dor que seus clientes buscam solucionar com a instalação do sistema.

Proteção contra a inflação energética

Mas a tecnologia não traz só a redução imediata da conta, ela também protege o consumidor contra a inflação energética.

Em um país como o Brasil, onde esses aumentos na conta de luz são constantes, essa é outra grande vantagem da instalação de um sistema.

Longa vida útil

Agora imagina quando você explica para o seu cliente que ele pode obter esses dois benefícios por mais de 25 anos!

Pois é essa a vida útil padrão de um painel solar de qualidade no mercado, quando bem instalado.

O inversor fotovoltaico, outro importante equipamento do sistema, também pode durar mais de 15 anos. 

Rápido retorno do investimento

O sistema do seu cliente vai gerar energia por mais de 25 anos, mas o prazo para ele ter de volta o retorno do investimento pode chegar a 1/5 disso.

Com base em um levantamento da empresa Comerc sobre o payback da energia solar em cada uma das capitais brasileiras, o prazo de retorno médio para um sistema residencial no Brasil é de 3,5 anos hoje.

Enquanto que para sistemas comerciais o retorno médio é de 5,8 anos. 

Valorização do imóvel

A instalação de um sistema fotovoltaico também traz uma valorização imediata do imóvel do seu cliente em mais 8%.

Afinal, uma casa que produz a própria energia tem mais valor de mercado que uma sem sistema, como mostrou uma pesquisa realizada na Califórnia. 

#3 Conheça o perfil do consumidor de energia solar

Sem dúvida, essas são vantagens atraentes para qualquer um dos mais de 80 milhões de consumidores de energia elétrica do país.

No entanto, se você quer acelerar seus resultados e ganhar dinheiro vendendo energia solar, então precisa conhecer o público-alvo da tecnologia.

Segundo os dados do segmento de geração distribuída computados pela Aneel, as classes de consumo com maior participação no total de sistemas instalados são: 

  • Residenciais:  72,52%
  • Comerciais: 17,94%
  • Rurais: 6,42%

Ou seja, são nesses três segmentos que você deve focar sua atenção na hora de prospectar seus clientes.

Além disso, com base em seu longo histórico comercial dentro do mercado brasileiro, a Blue Sol foi capaz de traçar as principais características da persona da energia solar.

São elas:

  • Gênero: Homem;
  • Idade: entre 45 e 60 anos;
  • Estado civil: Casado com filhos;
  • Profissão: Gerente / Dono de Empresa, Médico, Dentista, Funcionário Público.

Direcionando seus esforços para esse público, você conseguirá realizar suas vendas de maneira muito mais fácil. 

#4 Conheça sua atuação no modelo de franquia

Entretanto, a venda é apenas uma parte do seu papel como um franqueado Blue Sol, empresa que comercializa soluções completas em energia fotovoltaica.

Com a ajuda da equipe de instaladores da sua unidade, caberá a você também realizar a instalação dos sistemas. 

Por sua vez, a Blue Sol franqueadora se encarrega da elaboração dos projetos fotovoltaicos, disponibilidade de equipamentos e ainda toda a parte de logística junto aos fornecedores.

A Blue Sol também garante todo o funcionamento e durabilidade dos equipamentos, conforme as especificações técnicas dos fabricantes. 

Da mesma forma, todo o estoque, parte jurídica e compras ficam sob responsabilidade da franqueadora.

#5 Escolha o modelo de franquia certo para você

O último passo para você ganhar dinheiro vendendo energia solar com uma franquia Blue Sol é escolher o modelo ideal para o perfil da sua cidade.

São cinco modelos diferentes:

  • Especialista: cidades com até 100.000 habitantes;
  • Store: cidades com até 150.000 habitantes;
  • Premium_P: cidades com até 300.000 habitantes;
  • Premium_M: cidades com até 600.000 habitantes;
  • Premium_G: para cidades com até 1 milhão de habitantes.

Os dois primeiros são microfranquias e permitem investimentos modestos, a partir de R$32 mil.

Enquanto o modelo especialista se caracteriza pela operação home office, o modelo Store é feito através de loja tipo quiosque.

Por sua vez, os modelos Premium já são formatados para a operação através de um escritório ou loja, sendo que todos eles contemplam em seu investimento:

  • Taxa de Franquia ✔️
  • Custos Abertura Empresa ✔️
  • Hardware, Software e Periféricos ✔️
  • Ferramentas, EPI, EPC ✔️
  • Uniformes ✔️
  • Veículo ✔️
  • Marketing de Inauguração ✔️

O valor inicial de investimento em um modelo Premium é a partir de R$100 mil e o faturamento mínimo no primeiro ano é de R$1.520.126,00

Com cerca de 3.000 sistemas comercializados e um histórico de mais de 10 anos no mercado brasileiro, a Blue Sol é a marca que pode te impulsionar na sua região.

Seus projetos são personalizados, utilizando equipamentos de primeira linha e feitos por profissionais com os mais altos níveis de certificação. 

Sem dúvida, as chances de obter sucesso nesse mercado de alto potencial são muito mais seguras com a marca Blue Sol.

Conheça os detalhes de cada modelo de negócio, peça nossa apresentação e converse com nossos especialistas em expansão! 

O seu caminho para ganhar dinheiro vendendo energia solar começa aqui 👇

Como Ganhar Dinheiro Vendendo Energia Solar: Passo a Passo Inicial para Lucrar com Franquia
5 (100%) 1 vote[s]