Comprar Painel Solar: 5 Coisas Para Saber Antes de Adquirir o Seu

Comprar Painel Solar: 5 Informações Para Quem Vai Instalar

Comprar painel solar é a escolha de 99% das pessoas que decidem gerar a própria energia.

Por quê? Simplesmente porque a tecnologia é a que apresenta os melhores resultados e benefícios.

Como a redução de até 95% na conta de luz e imunidade da inflação energética, além do ganho em sustentabilidade com uma fonte de energia verde.

Junte a isso uma contínua queda de preços da tecnologia e linhas de financiamento atrativas, e o resultado é uma solução que também está cada vez mais acessível.

Este artigo reúne as 5 informações mais essenciais sobre a tecnologia para quem vai comprar e instalar o seu painel solar.

E para começar, você já pode descobrir agora mesmo o valor do projeto ideal para o seu imóvel por meio deste simulador on-line gratuito 👇

Clique aqui e simule quanto custa instalar energia solar e gerar sua energia

#1 Como funciona?

Placas solares transformam a luz do sol diretamente em energia elétrica por meio de um processo fotoquímico conhecido como efeito fotovoltaico.

Isso ocorre dentro de cada uma das células que compõem uma placa solar, que pode ter 60 ou 72 delas nos modelos comercializados no mercado.

comprar painel solar _ modelo de placa fotovoltaica vendida no mercado
Uma placa solar fotovoltaica de 72 células.

Durante o dia, toda a luz do sol que atinge as placas é convertida em energia, tanto a radiação direta quanto a difusa, ou seja, a luz refletida das nuvens.

É por esse motivo que mesmo em dias nublados ou chuvosos as placas ainda geram energia, embora em menor quantidade.

Mas o painel solar é apenas um dos equipamentos que compõem um sistema fotovoltaico, tecnologia utilizada na geração de energia solar em casas e empresas.

Um sistema fotovoltaico utiliza um conjunto de equipamentos, ao qual damos o nome de kit solar.

Depois de produzida, a energia das placas precisa passar por outro importante equipamento do sistema: o inversor solar.

O papel do inversor é adaptar a energia das placas ao padrão utilizado pela nossa rede elétrica e equipamentos eletrônicos.

Agora sim, depois de convertida a energia já pode ser distribuída pelo quadro geral do imóvel para atender o seu consumo elétrico.

O tipo de sistema fotovoltaico mais utilizado no Brasil e no mundo é, de longe, o conectado à rede elétrica (on-grid, no termo em inglês).

Confira, na rápida animação abaixo, como é o funcionamento desse sistema:

Créditos Energéticos

Os créditos energéticos mencionados no vídeo são fruto do sistema de compensação de energia elétrica criado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Foi ele que tornou viável a autogeração elétrica pelos brasileiros, pois permitiu a troca da energia do sistema pela energia da rede.

Isso aconteceu em 2012, quando a agência promulgou as regras da geração distribuída em sua Resolução Normativa 482.

Nesse sistema, toda energia que seu sistema gera e injeta na rede elétrica retorna para você na forma de créditos energéticos.

Por sua vez, esses créditos são utilizados para abater a energia que você consumiu da rede nos momentos de pouca ou nenhuma produção do seu sistema.

Além disso, os créditos energéticos permitiram à Aneel criar 3 novas modalidades de geração distribuída.

Isso foi em 2015, quando a agência revisou as regras do segmento através da Resolução Normativa 687.

Saiba mais sobre o assunto no artigo Geração de Energia Solar: 3 Modalidades Que Você Talvez Não Conheça

#2 Instalação

Para que o painel solar consiga captar o máximo de luz do sol, a sua instalação deve ser feita em local adequado, o qual costuma ser o telhado das edificações.

Outro fator relacionado à quantidade de luz que chega no painel solar é a direção e inclinação do telhado.

A direção ideal para as instalações solares no Brasil, e em todos os países do hemisfério Sul, é o Norte, sendo o oposto em países do hemisfério boreal.

Já o ângulo de inclinação ideal do telhado deve ser o mesmo da latitude onde está localizado o imóvel, ou menor.

Assim, quando necessário, a correção da direção e do ângulo do painel solar é feita através de estruturas de suporte.

Da mesma forma, caso o telhado não esteja adequado, estruturas de suporte são utilizadas para a instalação do painel diretamente sobre o solo.

comprar painel solar - estrutura de suporte para painel solar
Estruturas de suporte para instalação do painel sobre o solo.

#3 Durabilidade

Mesmo ficando exposto ao tempo sobre o telhado, o painel solar possui uma vida útil padrão de pelo menos 25 anos.

A perda de eficiência na conversão de luz em energia é mínima e os principais fabricantes garantem 80% de geração ao final desse prazo.

Ou seja, um módulo, até o 25º ano de vida, irá gerar pelo menos 80% da quantidade de energia que gerava no começo.

inversor fotovoltaico, que é o outro grande equipamento do sistema, possui vida útil mínima de 15 anos.

Caso receba as manutenções necessárias, ela pode ser ainda maior.

O inversor solar.

#4 Manutenção

Mas não pense que essas manutenções são muito frequentes.

Mesmo funcionando por longas horas todos os dias, os sistemas fotovoltaicos necessitam de pouquíssima manutenção.

A principal delas, e que pode ser feita pelo próprio consumidor, é a limpeza dos módulos.

Mas isso é só no caso de eles estarem muito sujos, o que não é frequente, visto que eles possuem uma película antiaderente que previne o acúmulo de sujeira.

No caso da poeira, a própria água da chuva se encarrega de levá-la embora.

Porém, em caso de poluição ou excremento de pássaros, a limpeza é simples e necessita apenas de um jato d’água e uma vassoura de cerdas macias.

Assista ao vídeo para mais informações:

Além disso, a manutenção elétrica do sistema também é necessária, porém com bem menos frequência.

Apenas uma vez ao ano já é o suficiente para garantir a otimização da geração do sistema.

#5 Como comprar

A maneira mais fácil e segura para você comprar um painel solar para o seu imóvel  é por meio de uma empresa de energia solar.

Quando você opta por esse caminho, todos as etapas, processos e documentação necessários para a instalação do seu projeto ficam sob responsabilidade da empresa.

Confira abaixo o passo a passo do processo de compra de sistema com painel solar:

Orçamento

Quando a empresa, mediante as informações de consumo e especificações do seu imóvel, realiza o dimensionamento do sistema e elabora a proposta comercial do seu projeto para ser apresentado.

Além do preço final do seu sistema, na proposta também são informados os modelos e marcas dos equipamentos que serão instalados e as formas de pagamento/financiamento.

Visita Técnica

Após o fechamento da proposta, a equipe técnica da empresa realiza uma visita até a sua residência para a coleta das informações necessárias para o projeto e instalação do seu sistema.

Projeto

Com base nas informações coletadas, a equipe de engenharia realiza o projeto executivo do seu sistema utilizando softwares específicos que garantem a máxima otimização do sistema.

Esse projeto também é enviado para a distribuidora da sua região para que seja formalizada a solicitação de conexão com a rede elétrica.

Instalação

É a parte mais rápida de todo o processo, entre 3 e 4 dias para uma residência pequena, quando a equipe de instaladores vai até a sua casa para a implantação do projeto.

Nesse momento, todos os equipamentos são instalados, conectados e testados, garantindo que o sistema esteja em perfeito funcionamento.

Conexão

Após a instalação, é agendada uma visita com a equipe técnica da distribuidora na sua residência para a vistoria final do projeto.

Ao final da vistoria, a equipe realiza a troca do relógio pelo modelo bidirecional e finaliza a conexão do sistema junto à rede.


Pronto para comprar o seu painel solar?

Agora que você conheceu as informações mais importantes sobre a tecnologia, o próximo passo é solicitar o seu orçamento gratuito.

Para isso é muito fácil, basta clicar no botão abaixo e garantir o seu projeto com a melhor empresa de energia solar do Brasil.