Conta de luz dos brasileiros poderá ter novo “tarifaço” provocado pelo coronavírus

Para apagar a crise generalizada do setor elétrico causada pela pandemia do coronavírus, o governo fará um empréstimo bilionário que deverá acarretar um novo “tarifaço” na conta de luz dos brasileiros pelos próximos anos.

O montante a ser repassado para socorrer as distribuidoras deverá ficar bem acima dos R$17 bilhões sugeridos pelos rumores dentro do governo, e poderá levar a um aumento nas faturas igual ou maior do que o provocado pelo último empréstimo ao setor, em 2014.

Na época, foram R$21 bilhões financiados para ajudar as distribuidoras, gerando a chamada Conta-ACR que foi paga pelos consumidores através de encargos na conta de luz e que aumentaram seu valor em 6% ao ano, entre 2015 e 2019.

Agora, o novo empréstimo deverá criar a Conta-Covid, como foi batizada na minuta do decreto que o governo deve publicar nos próximos dias, conforme noticiou o Estadão/Broadcast.

Segundo o documento, alguns dos itens que serão cobertos pelo financiamento são: taxas de uso de rede; pagamento da tarifa de Itaipu; cotas de Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que cobre subsídios e descontos tarifários; exposição involuntária das distribuidoras; encargos contabilizados na Conta de Compensação de Variação de Valores de Itens da Parcela A (CVA); encargo de energia de reserva (EER); e os reajustes das tarifas de algumas distribuidoras que foram postergados para julho deste ano.

O decreto regulamenta a Medida Provisória 950 que, além do financiamento, trata também do subsídio do governo para os consumidores de baixa renda durante a pandemia, através da isenção da conta de luz por 90 dias.

Como opção a esse subsídio, a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) enviou um ofício a representantes do governo sugerindo um programa emergencial para instalação de placas solares.

Segundo o órgão, o projeto poderia gerar uma economia direta de R$817 milhões a essa faixa da população ao longo dos 25 anos de vida útil da tecnologia, além de diversos outros benefícios indiretos ao país, como a geração de centenas de empregos.

Enquanto isso, os brasileiros que aproveitaram a queda do valor da energia solar nos últimos anos para garantir o seu sistema, agora seguem imunizados contra essa nova ameaça de inflação na conta de luz que está por vir.

Conta de luz dos brasileiros poderá ter novo “tarifaço” provocado pelo coronavírus
5 (100%) 1 vote[s]