Com 1 MW de Capacidade, É Inaugurada a Primeira Usina Solar Instalada no Local Do Desastre de Chernobyl

Com 1 MW de Capacidade, É Inaugurada a Primeira Usina Solar Instalada no Local Do Desastre de Chernobyl
O que achou?

Uma das mais incríveis capacidades de nós, seres humanos, é a de reinventar, de pegar algo aparentemente sem utilidade e fazer disso algo novo, muitas vezes até melhor do que a sua forma original.

Localizada no norte da Ucrânia e instalada no local do maior desastre nuclear comercial da história, a usina solar Chernobyl Solar, como foi batizada, pode ser considerada um desses casos onde reinvenção supera o original.

Quando, em 26 de abril de 1986, um teste malsucedido causou a explosão do reator número 4 da usina nuclear soviética, nuvens de gases radioativos foram lançados ao ar, levando dezenas de milhares de pessoas a abandonarem seus lares para salvarem suas vidas.

Isso, no entanto, não preveniu a morte de milhares delas nos anos que se seguiram, devido à exposição ao material radioativo liberado, além de todo o impacto causado na fauna e flora locais por quilômetros de distância ao redor do local do acidente.

Desde então, a sempre triunfante natureza reivindicou seu espaço em meio as construções decadentes e desoladas, e Chernobyl se tornou a representação de uma cidade fantasma, simbolizada pelo “sarcófago” instalado sobre o reator da antiga usina que previne novos vazamentos.

Isso até o último dia 05 de outubro, no entanto, quando foi inaugura a pioneira usina solar, projeto conjunto da empresa ucraniana Rodina e da alemã Enerparc AG, anunciado em novembro de 2017 e que custou cerca de 1 milhão de euros.

Com 3.800 placas solares (módulos fotovoltaicos) a usina gera 1 megawatt de energia. Pode não ser a maior do mundo, mas o seu simbolismo é único e especial, como afirmam os responsáveis pelo projeto.  

É a primeira vez em 18 anos, desde a desativação da antiga usina nuclear, que energia elétrica é produzida naquela região, porém dessa vez sem qualquer risco ambiental, permitindo a utilização segura de uma área em recuperação.

A nova usina ainda irá se beneficiar das antigas linhas de transmissão que lá permanecerão em desuso.

Com os recentes esforços do governo ucraniano em prol das fontes de energia renováveis, a Chernobyl Solar certamente deverá ser o primeiro de muitos projetos a florescer na região pelos próximos anos.

Recomendamos para Você:

Analista de Marketing
Redator e Tradutor