Energia Solar Fotovoltaica Preço: Saiba o Custo de Projetos e Suas Vantagens

energia solar fotovoltaica preço _ capa blog

Um sistema de energia solar fotovoltaica tem seu preço definido para cada consumidor de acordo com a quantidade de equipamentos que será necessária e a mão de obra de instalação da empresa de serviço. Veja valores médios de sistemas e saiba agora o preço estimado para o seu projeto.

Tem muita gente que ainda acha que energia solar é cara.

Mas isso é porque eles não conseguem enxergar todas as vantagens que a tecnologia oferece durante a sua longa vida útil de, no mínimo, 25 anos.

Neste artigo, eu irei te apresentar uma tabela de sistemas de energia solar fotovoltaica com preços médios de mercado.

Também irei falar sobre os 7 principais benefícios obtidos com a instalação da tecnologia.

Assim, você poderá decidir se a energia solar é cara ou não para você. 

Vem comigo 👇

Simulador Blue Sol: conheça seu sistema de energia solar fotovoltaica e preço

Mas, antes disso, quero te apresentar uma ferramenta que vai mostrar a você os detalhes do seu sistema de energia solar fotovoltaica e o preço.

Isso porque uma tabela de valores médios não irá te mostrar o valor do seu projeto.

Cada sistema fotovoltaico é único e deve ser dimensionado exclusivamente para o consumo de determinada casa, empresa ou propriedade rural.

Para esse dimensionamento, é necessário a realização de cálculos complicados e análise de vários dados.

Mas calma, você não precisa passar por esse sufoco.

Através do simulador solar on-line da Blue Sol você consegue descobrir rapidamente o tamanho e custo do seu projeto.

Basta informar o valor mensal gasto com a sua conta de luz que o simulador já faz todo o trabalho.

É só clicar no botão abaixo e descobrir em menos de 2 minutos. Confira:

Energia Solar fotovoltaica Preço: Valor Médio para Sistemas Residenciais e Comerciais

Mas, se é uma média de valores que você está buscando, eu também preparei uma tabela para você.

Isso é possível através de uma base de preço por watt-pico (Wp).

Para isso, irei utilizar os valores divulgados no último estudo da empresa Greener sobre o mercado de energia solar distribuída, referente ao quarto trimestre de 2019.

Uma vez que temos o valor médio por Wp, basta que multipliquemos ele pela potência do sistema, calculada em quilowatt-pico (kWp).

Assim, com base em potências para cada porte de consumidor, podemos estimar uma média de valores para sistemas de energia solar residencial e comercial.

Lembro, contudo, que se tratam de médias de valores, não representando necessariamente o valor final de um sistema.

Dessa forma, temos:

Sistemas Residenciais
PortePequenoMédioGrande
Potência do Sistema2 kWp4 kWp8 kWp
Preço médioR$12.120,00R$19.360,00R$34.400,00
Sistemas Comerciais
PortePequenoMédioGrande
Potência do Sistema12 kWp30 kWp50 kWp
Preço médioR$49.320,00R$110.100,00R$181.000,00

Ah, e uma notícia boa.

Segundo a Greener, a energia solar fotovoltaica registrou nos seus preços uma queda média de 9,3% entre 2019 e 2020.

7 Vantagens da Instalação De Energia Solar

Entre todas as fontes de energia renováveis permitidas no segmento de geração distribuída, a solar é a que mais se espalha pelo Brasil.

A saber, 99% dos geradores instalados no país são sistemas fotovoltaicos.

Qual a razão dessa preferência pela energia solar? Suas vantagens, é claro.

Além de utilizarem a fonte de energia mais abundante no Brasil, os sistemas fotovoltaicos também oferecem várias vantagens que os tornam a melhor opção.

Veja abaixo as 7 principais vantagens da tecnologia:

#1 Longa Vida Útil da Tecnologia

Embora fiquem expostas todos os dias sob sol ou chuva, as placas fotovoltaicas (módulos fotovoltaicos) possuem uma vida útil padrão de pelo menos 25 anos.

Embora percam eficiência ao longo desse período, a maioria dos fabricantes garantem, até esse prazo, uma eficiência final de, no mínimo, 80% em relação à original.

Ou seja, um módulo, até o 25º ano de vida, irá gerar pelo menos 80% da quantidade de energia que gerava no começo.

O inversor fotovoltaico, que é o outro grande equipamento do sistema, possui vida útil mínima de 15 anos.

Caso receba as manutenções necessárias, ela pode ser ainda maior. 

#2 Pouca Manutenção

Mas não pense que essas manutenções são muito frequentes.

Mesmo funcionando por longas horas todos os dias, os sistemas fotovoltaicos necessitam de pouquíssima manutenção.

A principal delas, e que pode ser feita pelo próprio consumidor, é a limpeza dos módulos.

Mas isso é só no caso deles estarem muito sujos, o que não é frequente, visto que eles possuem uma película antiaderente que previne o acúmulo de sujeira.

No caso da poeira, a própria água da chuva se encarrega de levar embora.

Porém, em caso de poluição ou excremento de pássaros, a limpeza é simples e necessita apenas de um jato d’água e uma vassoura de cerdas macias.

Assista ao vídeo para mais informações:

Além disso, a manutenção elétrica do sistema também é necessária, porém com bem menos frequência.

Apenas uma vez ao ano já é o suficiente para garantir a otimização da geração do sistema.

#3 Resistência a Intempéries

Além de pouca manutenção, o consumidor que instala um sistema pode ficar tranquilo quanto a frequentes reparos necessários.

Os sistemas têm seus equipamentos fabricados com as mais resistentes proteções contra surtos e danos físicos.

As placas fotovoltaicas possuem tamanha resistência que aguentam até mesmo o impacto de grandes bolas de granizo.

Tudo para garantir que estejam funcionando durante a sua longa vida útil.

#4 Valorização do imóvel

Outra grande vantagem para quem instala energia solar residencial é a valorização que ela agrega ao imóvel.

Isso foi comprovado em um estudo conduzido no mercado imobiliário da Califórnia, em 2017.

Segundo a pesquisa, os consumidores se mostraram dispostos a pagar até US$15 mil a mais por uma casa com painel solar residencial.

Afinal, uma residência que gera a própria energia deve sim valer mais que uma sem autogeração.

Então, caso você decida alugar ou vender a sua casa após a instalação do sistema, terá mais essa vantagem.

#5 Imunidade Contra a Inflação Energética

Todo consumidor brasileiro já tá cansado de saber que todo ano tem nova inflação na conta de luz.

Ainda mais agora com a crise instaurada pela pandemia do coronavírus, que trará novo aumento da conta de luz pelos próximos 5 anos.

Mas não para quem instala energia solar.

Com um sistema fotovoltaico você fica protegido contra a inflação energética e bandeiras tarifárias.

Mais um mês de bandeira vermelha? Pouco importa para quem gera a própria energia diretamente do seu telhado.

Esse é o poder libertador que a energia solar entrega a você.

#6 Rápido Retorno do Investimento

Instalar um sistema de energia solar é um investimento.

E o prazo de retorno do investimento em energia solar, ou payback, é muito atrativo no Brasil.

De acordo com os dados do último estudo anual da empresa de energia COMERC, podemos calcular a média do payback de energia solar no país.

Enquanto sistemas residenciais se pagam em torno de 3,5 anos, geradores comerciais levam cerca de 5,8 anos para atingir o payback.

Ou seja, considerando a vida útil mínima de 25 anos, podemos ver que um sistema traz, no mínimo, 19 anos de energia grátis.

#7 Redução na conta de luz

E, claro, esse retorno do investimento só é possível graças a maior vantagem da tecnologia: a redução de até 95% na conta de luz.

Isso porque um sistema fotovoltaico conectado à rede (On-Grid) pode ser projetado para gerar toda a energia consumida em uma casa, empresa, fazenda, etc.

Durante o dia, o sistema gera uma quantidade de energia que alimenta o imóvel e ainda sobra.

Esse excedente é injetado na rede elétrica e convertido em créditos energéticos pela sua distribuidora.

Em períodos de baixa luminosidade ou durante a noite, o sistema puxa da rede a energia necessária para atender o imóvel.

No final do mês, a distribuidora automaticamente utiliza os créditos gerados para abater a energia que você consumiu da rede.

Assim, você deixa de pagar pela energia que utilizou da rede e continua pagando somente a taxa de disponibilidade, a chamada taxa mínima de luz.

Esse sistema de créditos energéticos foi criado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) em 2012, marcando o início da geração distribuída no Brasil. 

Confira como funciona essa troca de energia entre sistema e rede elétrica na rápida animação abaixo:

Conheça agora mesmo a economia que você pode obter na sua conta de luz com um sistema fotovoltaico.

É só clicar no botão abaixo e fazer a sua simulação em menos de 2 minutos:

O que achou?