Energia Solar e a Verdade Sobre Seus Pontos Positivos e Negativos [REVELADO]

Instalar um sistema de energia solar tem seus pontos positivos e negativos. Entre as vantagens estão a economia na conta de luz, proteção contra a inflação energética e a valorização do imóvel. Do lado das desvantagens estão o alto custo de instalação e a geração intermitente. Veja o balanço completo.

Você sabia que a luz do sol é a fonte de energia limpa mais utilizada pelos brasileiros que geram a própria eletricidade?

Segundo os dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), mais de 99% dos micro e minigeradores distribuídos instalados no país são movidos por energia solar.

Qual a razão dessa preferência pelos sistemas fotovoltaicos conectados à rede?

Certamente que são as suas vantagens, sendo a principal delas a economia de até 95% na conta de luz.

Além disso, o sol é uma fonte de energia poderosa, capaz de suprir todo o consumo elétrico mundial se apenas conseguíssemos construir sistemas para isso.

Dessa forma, ele pode ser utilizado no Brasil para atender todas as casas, empresas, agronegócios e demais unidades consumidoras de energia, até mesmo grande indústrias.

E é essa a realidade de cada vez mais brasileiros graças a queda dos preços da tecnologia e a oferta de linhas de financiamento de energia solar.

No entanto, sempre há desvantagens, independentemente da fonte de energia que você escolhe analisar.

Confira abaixo as informações sobre a energia solar e seus pontos positivos e negativos:

Pontos positivos

#1 Redução na Conta de Luz

Um sistema de energia solar consegue gerar toda a energia que você precisa em sua casa ou empresa.

Dessa forma, você deixa de consumir a energia da distribuidora e passa a pagar apenas pela taxa de disponibilidade da rede, a chamada taxa mínima de luz.

Isso resulta em uma redução de até 95% na sua conta de luz todos os meses.

Confira, abaixo, dois exemplos dessa redução na conta de luz através do uso da energia solar fotovoltaica.

energia solar pontos positivos e negativos
Sistema residencial
Sistema comercial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma vez que você deixa de consumir a energia da distribuidora, a energia solar traz outra grande vantagem…

#2 Proteção Contra a Inflação 

Inflação energética e bandeira tarifárias são problemas do passado quando você instala energia solar.

Isso porque você é quem passa a gerar toda a energia que consome, diretamente do seu telhado.

Mesmo que a energia da rede seja consumida nos períodos noturnos, os créditos gerados podem abater todo esse consumo.

Toda fração de energia injetada na rede pelo sistema é convertido em um crédito energético.

Esse crédito, por sua vez, abate a mesma fração de energia que você consumiu da rede.

Assim, não importa se o mês é de bandeira vermelha ou se houve aumento no preço da energia, a sua conta de luz estará imune a tudo isso.

#3 Valorização do Imóvel

Por outro lado, a instalação de um sistema fotovoltaico traz uma imediata valorização do seu imóvel.

Uma casa que gera a própria energia possui mais valor no mercado do que uma casa tradicional.

Isso foi comprovado através de uma pesquisa realizada nos EUA em 2017, que analisou a venda de 23.000 casas.

O resultado mostrou que os compradores pagavam até US$15 mil a mais em casas com placas solares.

Saiba mais através do artigo completo: Painéis Solares: a economia que agrega valor aos imóveis

#4 Rápido Retorno do Investimento

Uma outra grande vantagem de um sistema de energia solar é que ele te traz de volta todo o dinheiro investido.

É isso mesmo! Cada redução na conta de luz é uma parte do investimento que você recebe de volta no seu bolso.

Isso significa que, ao longo do tempo, você irá acabar por ter de volta todo o valor gasto na compra do seu sistema.

Esse prazo de retorno do investimento em energia solar, conhecido também como payback, é muito atrativo em todas as regiões do Brasil.

Segundo o estudo da empresa de Energia Comerc, que estimou o retorno da tecnologia em cada uma das capitais brasileiras, um sistema solar residencial no Brasil, hoje, tem payback médio de 3,52 anos.

Já um sistema comercial consegue se pagar em torno de 5,83 anos.

Em ambos os casos, o prazo é extremamente atraente quando levamos em consideração a…

#5 Longa Vida Útil da Tecnologia

Embora sejam instaladas sobre os telhados e fiquem expostas todos os dias sobre o sol e chuva, as placas fotovoltaicas possuem uma vida útil acima de 25 anos.

Além disso, a maiorias dos fabricantes garantem, até esse prazo, uma eficiência de no mínimo 80% em relação a original.

Ou seja, um placa solar, até o 25º ano de vida, irá gerar pelo menos 80% da quantidade de energia que gerava no começo.

O inversor, que é o outro grande equipamento do sistema, possui vida útil de no mínimo 15 anos, podendo esta ser maior se o sistema receber as manutenções necessárias.

#6 Baixa Manutenção

Aliás, os sistemas de energia solar não exigem muita manutenção porque não há peças móveis, então não há desgaste.

Embora estejam lá, funcionando e gerando energia 12 horas por dia, a manutenção necessária é muito baixa.

A limpeza dos módulos é a mais recorrente, mas isso só no caso deles estarem muito sujos, o que não é frequente visto que eles possuem uma película antiaderente que previne o acúmulo de sujeira.

No caso da poeira, a própria água da chuva se encarrega de levar embora.

Mas, em caso de poluição ou excremento de pássaros, a limpeza é simples e necessita apenas de um jato d’água e uma vassoura de cerdas macias.

Assista ao vídeo para mais informações:

Outra manutenção necessária é a da parte elétrica do sistema, porém com bem menos frequência, apenas uma vez ao ano, e que garantem a otimização da geração do sistema.

Portanto, depois de cobrir o custo inicial do seu sistema, você pode esperar pouquíssimos gastos com trabalhos de manutenção e reparo.

#7 Sustentabilidade

Além das vantagens individuais, instalar um sistema de energia solar traz uma benefício para todo o país: a geração de energia verde.

A energia solar é uma fonte de energia verdadeiramente renovável, sem qualquer emissão de gases poluentes ou outros impactos ao meio ambiente.

Pode ser aproveitada em todas as regiões do mundo e está disponível todos os dias.

Pontos Negativos

#1 Alto Custo de Instalação

O custo inicial para a instalação de um sistema solar ainda é relativamente alto.

Além dos custos com os equipamentos, que é o mais pesado, existe também o valor de mão de obra para instalação.

No entanto, esses preços seguem caindo a cada ano conforme a tecnologia ganha mais popularidade no Brasil e no mundo.

Segundo estudo da empresa de pesquisa Greener, foram 8,9% de redução no custo médio da tecnologia para o consumidor final em 2019.

#2 Geração Intermitente

Embora a energia solar ainda possa ser coletada em dias nublados e chuvosos, a eficiência do sistema solar diminui.

Isso porque os painéis solares dependem da luz solar para gerar energia.

Portanto, alguns dias nublados e chuvosos podem ter um efeito perceptível na geração de energia.

Além disso, durante a noite o sistema não apresenta geração, e a energia consumida continua vindo da rede elétrica.

A solução para isso está nos sistemas de armazenamento para energia solar, porém…

#3 Baterias de Armazenamento Ainda São Caras

Utilizando a mesma tecnologia de íon-lítio que celulares, as baterias para energia solar residencial já existem, mas ainda são muito caras.

Os modelos mais famosos, como a Powerwall da Tesla, ainda nem são comercializadas no Brasil.

Por aqui, baterias estacionárias são utilizadas para sistemas isolados da rede, mas além de caras sua vida útil é bem menor que a do painel solar.

Por essa razão que os sistemas conectados à rede respondem pela maioria absoluta das instalações no Brasil.

O sistema de compensação de energia elétrica criado pela Aneel permite utilizar a própria rede da distribuidora como uma bateria.

Assim, ela recebe a energia excedente gerada durante o dia e fornece energia para o imóvel durante a noite.

#4 Dependência da Rede

No entanto, por estarem conectados à rede, os sistemas também deixam de operar e gerar energia em caso de queda da rede.

Isso acontece em razão de um dispositivo de proteção chamado Anti-Ilhamento.

Esse dispositivo está equipado nos inversores, que detectam a queda na rede e suspendem a atividade do sistema até que a situação seja normalizada pela concessionária.

Trata-se de uma medida de segurança, exigido pelas concessionárias e órgãos reguladores para evitar a injeção de energia na rede elétrica enquanto atuam as equipes de manutenção da concessionária.

Portanto, se “cai” a energia da rede, casas e empresas com sistemas fotovoltaicos On-Grid também ficam sem energia.

#5 Espaço Necessário

Uma única placa solar não consegue gerar muita energia e um conjunto delas precisa ser agrupado para conseguir atender o consumo de uma casa ou empresa.

Assim, quanto mais eletricidade você deseja produzir, mais painéis solares serão necessários.

As placas fotovoltaicas exigem muito espaço e alguns telhados não são grandes o suficiente para acomodar o painel.

Nesses casos, a alternativa é instalar alguns dos painéis sobre o solo, desde que tenham acesso à luz solar.

Energia Solar os Pontos Positivos e Negativos: Resumo

Assim sendo, chegamos a um seguinte resultado final da energia solar e seus pontos positivos e negativos:

Energia Solar Fotovoltaica
Pontos PositivosPontos Negativos
Redução na conta de luzAlto custo de instalação
Proteção contra a inflação energéticaGeração intermitente
Valorização do imóvelBaterias de armazenamento
Rápido Retorno do InvestimentoDependência da Rede
Longa vida útilEspaço Necessário
Baixa manutenção
Sustentabilidade

Com base nessas informações, qual a sua opinião: Energia solar vale ou não a pena?

Milhares de brasileiros já tomaram a sua decisão e estão economizando na conta de luz.

Você também pode ter o seu sistema, clique no botão abaixo e veja agora o preço estimado do seu projeto:

energia solar pontos positivos e negativos