Saiba Como Gerar Energia Solar Em Salvador, Economizar Até 95% Na Sua Conta de Luz e Ainda Ganhar Desconto no IPTU

Saiba Como Gerar Energia Solar Em Salvador, Economizar Até 95% Na Sua Conta de Luz e Ainda Ganhar Desconto no IPTU
4 (80%) 3 vote[s]

Condições climáticas favoráveis e incentivos municipais fazem da Energia Solar em Salvador a melhor opção para consumidores que desejam economizar na conta de luz de suas casas ou empresas, ficar livres da inflação energética e ainda poder obter desconto no IPTU do seu imóvel.

Impossível falar sobre a linda Salvador e não imaginar um belo dia de sol, não é mesmo?

Cidade festiva e de gente acolheradora, a capital baiana está localizada em uma das regiões de maior incidência solar do Brasil.

Essa característica faz de Salvador, e do resto do estado da Bahia também, uma das regiões mais favoráveis para a geração de energia solar através dos chamados sistemas fotovoltaicos.

São aquelas famosas placas solares que você já deve ter visto sobre o telhado de alguma casa ou empresa da sua cidade.

Junto com outros equipamentos, elas são capazes de gerar toda a energia consumida em um imóvel e trazer uma economia de até 95% na conta de luz todos os meses.

Mais ainda, esses sistemas também permitem ao consumidor ficar livre da inflação energética durante toda sua longa vida útil de mais de 25 anos.

Fantástico, não é mesmo? Mas Salvador ainda guarda outros incentivos para quem gera a própria energia limpa pela luz do sol…

Se você é morador residencial ou comercial em Salvador e está cansado das altas contas de luz, então esse artigo é para você.

Confira abaixo tudo sobre a geração de energia solar em Salvador e saiba como ter a sua agora mesmo!

Energia Solar em Salvador: Como Funciona

A tecnologia solar fotovoltaica utiliza um conjunto de equipamentos para captar a luz do sol e convertê-la em energia elétrica, ao qual damos o nome de kit solar.

Um kit de energia solar possui dois principais equipamentos: as placas solares fotovoltaicas e o inversor interativo, além de outros equipamentos.

As placas solares, conhecidas tecnicamente como módulos fotovoltaicos, são as responsáveis por captar a luz e transformá-la em energia elétrica, o que fazem através de suas células fotovoltaicas.

Cada placa solar é composta de 60 ou 72 células, que geram energia através do chamado efeito fotovoltaico.

Você pode aprender tudo sobre essa intrigante tecnologia no artigo: Célula Fotovoltaica – O Guia Técnico Absolutamente Completo

Apenas uma placa solar não é o suficiente para gerar toda a energia consumida em uma casa ou empresa.

Por isso, para cada instalação é calculado o consumo do imóvel para que se possa dimensionar com exatidão a quantidade de placas necessárias.

Ao conjunto de placas instaladas sobre o telhado, damos o nome de painel solar.

Porém, a energia gerada pelas placas seria inútil se não fosse o inversor interativo.

É ele o responsável por adaptar a energia das placas para o padrão que utilizamos em nossas tomadas, convertendo de corrente contínua para corrente alternada.

Mas não é só isso, o inversor também possui outra importante função e que está relacionada a como esses sistemas funcionam…

Sistemas Fotovoltaicos Conectados à Rede

Existem dois tipos de sistemas fotovoltaicos, os conectados à rede elétrica, ou On-Grid, e os isolados da rede, Off Grid.

Ainda não conhece a diferença entre eles e qual o mais indicado para você? Então confira o artigo: Sistema On-Grid ou Off-Grid? [QUIZ] 

Em Salvador, e também no resto do Brasil, a maioria absoluta dos sistemas instalados é do tipo On-grid, resultado das regras do segmento de geração que tornaram eles os mais atrativos e rentáveis aos consumidores.

Então, para um sistema instalado em Salvador, ele estará conectado e atuando em conjunto com a rede da Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia).

Nesses sistemas, toda a energia gerada durante as horas de sol e não consumida pelo imóvel é automaticamente injetada na rede elétrica pelo inversor.

A energia solar é gerada conforme a quantidade de luz, por isso durante a noite ou em momentos de baixa luminosidade as placas não conseguirão suprir o consumo do imóvel.

Nessas horas, então, o inversor puxa a energia da rede elétrica da Coelba para compensar a geração das placas, da mesma forma como uma casa “normal” usa energia da rede.

Pode parecer complicado assim escrito, mas te garanto que é muito simples.

Confira a animação abaixo que explica em menos de 3 minutos o funcionamento de um sistema solar fotovoltaico conectado à rede:

Créditos Energéticos

Como você pôde conferir no vídeo acima, toda a energia gerada pelo sistema e injetada na rede da distribuidora é transformada em créditos energéticos para você.

Esse sistema, chamado de compensação de energia elétrica, foi criado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) em 2012, ano em que ela criou as regras para o segmento de geração distribuída através da sua Resolução Normativa 482.

São esses créditos que permitem a você economizar até 95% na conta de luz com a instalação de um sistema solar fotovoltaico. 

Ao final de cada mês, a Coelba irá computar a energia que você injetou em sua rede e a energia que você consumiu dela.

Cada Watt (W) de energia injetado na rede se transforma em um crédito energético, que irá compensar um Watt de energia que você consumiu da rede.

Um sistema solar é capaz de gerar toda a energia que você consome em sua casa ou empresa e, portanto, no final do mês os créditos gerados quase sempre serão suficientes para cobrir o que você consumiu da rede da Coelba.

Os créditos, ainda, possuem uma validade de uso de 5 anos e permitem que meses de menor geração sejam compensados por meses de maior geração.

Outras Formas de Gerar Energia Solar em Salvador

Por fim, foi através desse sistema de créditos que a ANEEL criou, em 2015, três novas modalidades de geração dentro do segmento distribuído, válidas em todo o território nacional, sendo elas:

Autoconsumo remoto: nessa modalidade, um consumidor que não tenha espaço para a instalação de um sistema onde reside (morador de apartamento, por exemplo), mas que tenha um imóvel ou terreno disponível em outra localidade, poderá instalar o sistema nesse local e utilizar os créditos gerados para abater do consumo de onde mora. Para isso, no entanto, é preciso que ambas estejam sob a mesma titularidade e dentro da área de concessão da mesma distribuidora.

Geração compartilhada: aqui é permitido a dois ou mais consumidores, sejam CPF ou CNPJ, se unirem para a instalação de um sistema único e compartilhar os créditos que ele gerar, desde que o sistema seja instalado em um local diferente de onde os participantes residam e que todos estejam dentro da área de concessão da mesma distribuidora.

Empreendimento com múltiplas unidades consumidoras: esta é a geração de energia solar em condomínioquando os condôminos se unem para a instalação de um sistema central em área comum do empreendimento e que poderá gerar créditos para abater tanto do consumo das áreas comuns, assim como de cada apartamento/casa do condomínio.

Potencial da Energia Solar na Capital Baiana

Vimos, então, que a luz do sol é o “combustível” para um sistema solar fotovoltaico; quanto mais luz houver, mais energia um sistema será capaz de produzir.

Assim, já é possível saber que esses geradores encontram um cenário de utilização ideal na ensolarada Salvador e todo o estado baiano.

Prova disso veio através da publicação do Atlas Solar da Bahia, fruto de uma parceria entre as secretarias estaduais de Infraestrutura e de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia.

O Atlas traz uma análise do potencial da energia solar na Bahia, com um mapa da irradiação solar em toda a América Latina e que mostra a posição privilegiada do estado no cenário nacional.

energia solar salvador_ mapa solar América Latina

Todo esse potencial solar não passa despercebido pelos grandes investidores de energia solar, que investem em peso para a construção de grandes usinas solares no estado.

Com isso a Bahia se tornou hoje a maior produtora de energia solar centralizada do Brasil, com mais de 318 Megawatts instalados.

São, atualmente, mais de 27 parques solares em operação comercial, localizados em cidades como Tabocas do Brejo Velho e Bom Jesus da Lapa, além de vários outros projetos em construção.

Já no segmento de geração distribuída, na qual consumidores geram a própria energia, a Bahia ocupa hoje a 16ª  posição no ranking nacional, com 1.305 sistemas instalados.

A capital Salvador é disparada a cidade com mais conexões, 242, sendo 193 sistemas residenciais, 43 comerciais , 4 industriais e 2 em prédios do poder público.

Retorno da Energia Solar em Salvador

Se a Bahia possui tanto potencial para a produção de energia a partir da luz do sul, podemos então deduzir que um gerador solar apresenta alto retorno em Salvador, correto?

É isso mesmo! Um sistema residencial instalado na capital se paga, em média, em 3,34 anos. 

A informação foi tirada de um estudo realizado pela empresa de energia COMERC, que calculou o tempo de retorno do investimento (também conhecido como payback) em cada uma das capitais brasileiras.

Para um sistema comercial, esse prazo é um pouco maior, de 6,32 anos, mas ainda assim altamente atrativo quando consideramos a longa vida útil desses sistemas, que é acima de 25 anos.

Aliás, a longa vida útil é apenas uma das vantagens da tecnologia, que ainda conta com;

  • pouca manutenção periódica;
  • geração limpa e 100% silenciosa;
  • equipamentos com alta durabilidade e proteção contras intempéries;
  • rápida instalação, e muito mais…

Casos de sucesso da tecnologia em Salvador

Estádio Governador Roberto Santos (Pituaçu)

O estádio Pituaçu, em Salvador, foi o primeiro da América Latina a contar com um sistema de energia solar capaz de suprir todo o consumo elétrico da instalação.

Inaugurado em 2012, a miniusina solar conta com 2.292 módulos fotovoltaicos e 52 inversores capazes de gerar 630 megawatts-hora/ano de energia, o suficiente para abastecer até 525 casas populares brasileiras.

energia solar salvador _ usina solar no estádio Pituaçu

É tanta energia gerada que o excedente ainda atende parte do consumo do prédio da Sudesb, também localizado em Salvador.

O sistema fez parte do Programa de Eficiência Energética da Coelba, foi aprovado pela ANEEL e teve apoio técnico da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ) e da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

O projeto custou mais de R$ 5,5 milhões, dos quais R$ 3,8 milhões foram aplicados pela Coelba e R$ 1,75 milhão pelo governo estadual. A execução da obra ficou sob responsabilidade da distribuidora.

O projeto abriu precedente para que outros sistemas fossem implantados no Brasil, além de fomentar discussões acerca da regulamentação da geração distribuída a partir de fontes renováveis, e tornou-se referência em produção de energia limpa conectada à rede de energia.

Incentivos Para Quem Gera Energia Solar em Salvador

Como se a economia obtida na conta de luz não fosse motivo suficiente para qualquer um querer instalar um sistema de energia solar em Salvador, outros benefícios ainda existem que encerrarão de vez qualquer dúvida.

A isenção do imposto PIS/COFINS sobre a energia produzida pelo próprio consumidor é um desses incentivos e está disponível para todo o Brasil através de lei do Governo Federal.

A isenção do ICMS sobre essa mesma energia, por sua vez, é oferecida em Salvador e toda a Bahia desde novembro de 2015, ano em que o estado aderiu ao convênio ICMS 16 do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ).

Além disso, um outro incentivo foi criado recentemente, desta vez exclusivo para os moradores de Salvador: o IPTU Amarelo.

Trata-se de uma iniciativa do governo municipal de Salvador para incentivar a sua população na geração limpa de energia através do uso de sistemas solares fotovoltaicos.

O programa prevê descontos de até 10% no Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), dependendo da porcentagem de energia consumida no imóvel que será abatida pela geração do sistema.

Empresas de Energia Solar em Salvador

Salvador conta com centenas de empresas de energia solar que atuam nas mais diversas etapas da comercialização e instalação dos geradores solares.

Uma delas é a Blue Sol Energia Solar, empresa pioneira fundada em 2008 e que, desde então, já comercializou mais de 1.800 sistemas fotovoltaicos conectados à rede em todo o país.

Com uma larga experiência no setor solar e atuando com as melhores marcas de equipamentos disponíveis, a empresa oferece um exclusivo simulador para a geração de estimativas comerciais.

Pelo botão abaixo você poderá saber, em menos de meio minuto, o valor aproximado do seu projeto solar (equipamentos + instalação) e quanto de economia na sua conta de luz poderá obter com ele. Clique e confira:

energia solar salvador _ botão simulador


E então, gostou do artigo? Deixei aqui seu comentário, sugestão ou dúvida. Sua opinião é muito importante para nós!