Energia Solar em Teresina É Sinônimo de Muita Economia Para Quem Gera a Própria Energia [Veja Como + Preço]

Energia Solar em Teresina É Sinônimo de Muita Economia Para Quem Gera a Própria Energia [Veja Como + Preço]
3 (60%) 1 vote[s]

Energia Solar em Teresina é, entre todas as capitais do Brasil, a que traz o melhor retorno financeiro para o consumidor, que pode quitar o pagamento do seu gerador solar fotovoltaico em menos de 3 anos e aproveitar de, pelo menos, mais 22 anos de energia grátis. 

Em agosto de 2018, quando o resultado de um estudo mostrou que a energia solar em Teresina trazia o melhor payback (prazo de retorno do investimento) para um sistema fotovoltaico, a capital piauiense ganhou destaque no cenário da energia solar no Brasil.

Mas, quais são os fatores que levam Teresina a ocupar essa primeira posição no ranking das capitais brasileiras com maior vantagem para a geração elétrica solar?

Claro que a oferta de muita luz do sol é uma delas, afinal, a cidade Nordestina se encontra em posição privilegiada no mapa solar do Brasil.

Mas existem outras variáveis para esse resultado que irei apresentar para você aqui neste artigo, além de mostrar como que funciona a geração solar em Teresina e como você pode descobrir o preço para um gerador que atenda o seu consumo. Confira!

As Variáveis Para o Retorno da Energia Solar

Você reparou que no começo deste artigo eu utilizei a palavra “investimento” para me referir a aquisição do sistema solar fotovoltaico?

O motivo é muito simples: quando você compra um gerador para a sua casa ou empresa, você está investindo seu dinheiro em um produto que passa a te dar retorno já na primeira conta de luz: uma redução que pode chegar a até 95%.

Agora eu te convido a imaginar, se você conseguir, o quanto essa economia mensal na sua conta de luz somaria ao prazo de, pelo menos, 25 anos.

Muita coisa, não é mesmo?

Pois é esse o grande retorno que um gerador solar pode te trazer a você e o qual está associado a duas principais variáveis:

  • Tarifa de energia;
  • Inflação Energética.

Como nosso assunto é energia solar em Teresina, irei explicar um pouco mais abaixo sobre cada uma dessas 2 variáveis e como elas se aplicam na capital piauiense.

Tarifa Energética

A tarifa de energia é a primeira e principal das variáveis para se calcular o prazo de retorno sobre o investimento em energia solar.

O motivo é lógico: quanto mais caro o valor pago pela energia elétrica, maior será a economia obtida com o gerador solar.

As tarifas variam conforme a distribuidora local e, no caso de Teresina, quem atende os consumidores é a CEPISA.

Atualmente, ela possui a 17ª tarifa mais cara do Brasil e a 4ª do Nordeste, segundo o ranking das tarifas computado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

De acordo com o índice solar COMERC, que calculou o prazo de retorno do investimento em cada uma das principais capitais brasileiras baseado nas tarifas de energia de suas distribuidoras, Teresina ocupou o primeiro lugar do retorno mais rápido, com 2,86 anos.

Para um sistema que gera energia elétrica por, no mínimo, 25 anos, essa é uma ótima vantagem e que possibilita alto retorno financeiro com a tecnologia.

Inflação da Energia

O aumento na conta de energia é a segunda variável para calcularmos o payback do sistema, e nessa questão, infelizmente, os moradores de Teresina estão na mesma situação que o resto dos brasileiros.

A inflação energética nada mais é do que a variação da tarifa de energia e no Brasil ela acontece de forma contínua durante os últimos anos, e tende a continuar assim pelos próximos.

Segundo o instituto Ilumina, a inflação acumulada da energia no Brasil, entre 1995 e 2017, foi de 499%, enquanto que a do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi de 299%.

O aumento da tarifa está inversa e diretamente ligado ao retorno do investimento em energia solar fotovoltaica, mais uma vez pelo mesmo motivo: quanto mais caro fica a energia, maior a economia no final do mês.

Em Teresina, além de arcarem com uma das tarifas mais caras do país, os consumidores ainda viram a ANEEL aprovar um reajuste médio de 12,64% em novembro de 2018.

Instalar um sistema solar fotovoltaico em sua empresa ou residência, no entanto, é um seguro contra essa inflação energética.

Isso porque, a partir do momento em que você gera a sua própria energia, não importa mais que essa tarifa energética suba, nada se altera na parcela da conta de luz que você gera.

Energia Solar Teresina: O Cenário Atual

É possível ver, então, que gerar a própria energia é a melhor opção para fugir dos altos preços das distribuidoras e, em Teresina, todos os geradores instalados são movidos por energia solar.

Esses consumidores fazem parte do segmento do setor elétrico chamado de geração distribuída, no qual a energia é gerada próximo ou no próprio local de consumo.

Desde 2012, o número de consumidores que apostam nesse segmento só vem subindo em todo o país e, hoje, engloba mais de 63 mil brasileiros.

Atualmente, Teresina ocupa o 33º lugar entre as cidades com maior número de sistemas instalados, porém com um grande potencial para subir sua posição.

São 281 consumidores gerando a própria energia no município, sendo que 100% deles o fazem através dos sistemas fotovoltaicos conectados à rede.

Na classificação por tipo de consumidor, a cidade reflete o cenário nacional do segmento distribuído, com mais consumidores gerando a energia em suas casas (208), seguidos pelos consumidores comerciais (67), Industrial (4), Rural (1) e Poder público (1).

Como Funciona a Geração Solar Fotovoltaica

De forma simples, o funcionamento desses sistemas começa com as famosas placas solares (módulos fotovoltaicos) que captam a luz do sol e a convertem em energia elétrica dentro de suas células através do chamado efeito fotovoltaico.

Essa energia passa pelo inversor interativo, que a converte para os padrões da nossa rede para que possa ser consumida imediatamente e, caso não haja consumo, ela é injetada na rede de distribuição e “emprestada” para a distribuidora.

É isso mesmo, esses sistemas funcionam em conjunto com a rede elétrica da distribuidora e, como geram energia só com a luz do sol, durante a noite ou em momentos de pouca geração a energia consumida vem dela.

No final do mês, a distribuidora irá realizar o balanço dessa energia injetada/consumida, sendo que todo Watt injetado na rede elétrica gera um crédito energético que “paga” um Watt consumido dela.

Confira a rápida explicação sobre o funcionamento desses sistemas através da animação abaixo:

Esse sistema de créditos, chamado de sistema de compensação de energia elétrica, foi criado pela Aneel em sua Resolução Normativa 482,em 2012, o grande marco inicial do segmento.

Porém, em 2015, através da Resolução Normativa 687, a Aneel estabeleceu novas regras que permitiram a geração e/ou uso desses créditos em outros locais e por meio da união de dois ou mais consumidores.

Foram 3 novas modalidades de geração criadas através da RN 687, que são:

  • Empreendimento com múltiplas unidades consumidoras: condomínios residenciais e/ou comerciais onde moradores se unem para instalar um sistema central, com os créditos gerados usados para abater do consumo de cada participante e/ou da área comum do condomínio.
  • Geração compartilhada: união de consumidores (CPF ou CNPJ), através de consórcio ou cooperativa, para instalação de sistema gerador em local terceiro daqueles onde estão as unidades que receberão os créditos energéticos, devendo todas estarem dentro da mesma área de concessão da distribuidora;
  • Autoconsumo remoto: consumidor (pessoa física ou jurídica) que instala sistema gerador em sua unidade consumidora e utiliza o excedente de créditos para abater o consumo de outras propriedades de mesma titularidade e dentro da mesma área de concessão da distribuidora. 

Como Instalar o Meu Sistema de Energia em Teresina

Para instalar energia solar fotovoltaica na sua casa ou empresa, tudo vai depender do projeto adequado para seu imóvel e consumo de energia.

A questão é que cada pessoa/família ou empresa consome uma quantidade de energia, por isso os projetos para instalação de energia solar variam para cada um.

E agora? Como faço? Relaxa!

Através de uma empresa de energia solar, você rapidamente consegue ter o seu projeto dimensionado e seu sistema pode estar instalado e gerando energia para você em muito pouco tempo.

É tudo muito prático e tranquilo, sendo que a empresa cuidará de todas as etapas do projeto, inclusive a solicitação de acesso do sistema à rede da distribuidora, e irá entregá-lo a você já pronto e funcionando.

Peraí, eu tenho conhecimento em elétrica e quero fazer a instalação do meu próprio sistema!

Não é tão simples assim. A tecnologia fotovoltaica possui conceitos específicos e requer profissionais capacitados para a instalação de energia solar, os quais assinam e ficam responsáveis pelo projeto junto a distribuidora local.

Além disso, os sistemas contemplam mais do que apenas as placas, mas também inversor e outros dispositivos que garantem a segurança e eficiência na geração elétrica e que requerem conhecimentos técnicos específicos para instalação e configuração.

Financiamentos Para Instalação de Energia Solar

Linhas de financiamento específicas para a instalação de energia solar são uma realidade crescente no Brasil e solucionam o maior entrave para quem busca a tecnologia: o valor de aquisição do sistema.

A maioria das linhas estão disponíveis para todo o Brasil através de bancos públicos e privados, Confira alguns deles abaixo que oferecem crédito para energia solar em Teresina:

Santander – O banco trabalha com linhas de financiamento exclusivas que podem ser solicitadas pela empresa de energia solar ou diretamente nas agências.

Banco do Brasil – As linhas de financiamento para energia solar do Banco do Brasil possuem prazos e taxas atrativas, muitas delas sendo repasses de verba de programas do governo para fomento da tecnologia.

BNDES – É o principal banco de fomento utilizado pelo governo para impulsionar e incentivar a adoção da tecnologia fotovoltaica. As linhas BNDES energia solar oferecem os melhores prazos e taxas. 

Banco do Nordeste – Dedicado a esta região do Brasil, o BNB trabalha com fundos de fomento, como o FNE, e linhas próprias para a instalação de energia solar para pessoas físicas e jurídicas.

Saiba mais sobre o financiamento de energia solar e as principais linhas através deste artigo.

Incentivos Para a Geração de Energia Solar

Para incentivar a instalação de sistemas solares fotovoltaicos, o governo do Piauí aderiu à isenção de ICMS na energia gerada pelo sistema e injetada na rede de distribuição da distribuidora.

A isenção do imposto PIS/COFINS sobre a energia produzida pelo próprio consumidor é também um desses incentivos e está disponível no Piauí e em todo o resto do Brasil através de lei do Governo Federal.

Essa medida já se encontra em vigor para todos as unidades de micro e minigeração de energia fotovoltaica do estado (casas e estabelecimentos comerciais).

Esse incentivo fiscal torna a utilização da energia solar em Teresina ainda mais viável.

A queda nos preços das placas solares também vem se destacando como importante incentivo, assim como a cada vez mais eficiente conexão à rede elétrica das concessionárias. 

Segundo informa Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a popularização da fotovoltaica fez com que os custos da tecnologia registrassem uma queda de 83% em relação a 2010. 

Somente nos últimos 6 meses de 2018, para se ter ideia, os kits fotovoltaicos para casas e empresas registraram queda de 12% nos custos, segundo o estudo estratégico do mercado fotovoltaico de geração distribuída do 1º semestre de 2019, realizado pela empresa de pesquisa de mercado Greener.

Essas são vantagens da energia solar que ajudam acelerar a utilização dessa tecnologia.

Simulador Solar: Veja Quanto Custa Para Você Gerar Sua Energia em Teresina

Você viu então que gerar a sua energia através de um sistema fotovoltaico é a melhor opção para você economizar muito dinheiro em Teresina, seja na sua casa ou empresa.

Ainda não acredita?

Então eu te mostro um simulador de energia solar que te dá uma estimativa grátis dos custos de instalação do seu sistema e também o quanto de economia ele irá gerar para você, tudo baseado nos valores da sua conta de energia.

Ao clicar no botão abaixo e inserir o valor mensal gasto com a sua conta de luz, na hora você já recebe as informações essenciais, como quantidade de placas, retorno esperado, geração estimada, entre outros. Confira:

energia solar porto alegre

Viu só como a força da energia solar pode chegar no conforto do seu lar e te trazer economia?


Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida sobre a energia solar em Teresina? Então não deixe de postar abaixo o seu feedback. Abraço e até a próxima!