Energia Solar Fotovoltaica no Brasil: Mais 103 MW Com Nova Usina Solar em Operação na Bahia

Energia Solar Fotovoltaica no Brasil: Mais 103 MW Com Nova Usina Solar em Operação na Bahia
5 (100%) 1 vote

Após alcançar seu primeiro gigawatt instalado no começo do ano, a solar fotovoltaica continua sua expansão no Brasil e, agora, dá mais um grande salto com o início das operações de uma nova usina solar, que adiciona mais 103 MW de energia limpa ao sistema elétrico do país.

Localizada no município de Tabocas do Brejo Velho, estado da Bahia, a usina solar Horizonte, como foi batizada, é o mais novo projeto no país do grupo energético Italiano Enel, realizado através da sua subsidiária Enel Green Power Brasil e que entrou em operação no último dia 16 desse mês.

A usina possui 330 mil painéis fotovoltaicos que lhe garantem uma potência de 103 megawatts. No ano, ela será capaz de produzir até 220 gigawatt-hora de energia limpa através da abundante luz do sol presente na região Nordeste, podendo suprir o consumo elétrico de mais de 108 mil famílias.   

Contando com um acordo de compra de energia de 20 anos com a Câmara de Comercialização da Energia Elétrica (CCEE), toda essa energia gerada pela usina será injetada ao SIN (Sistema Interligado Nacional), ajudando suprir a demanda energética do país.

O investimento total na construção da usina de horizonte está estimado em aproximados US$ 114 milhões e é fruto de recursos próprios da Enel junto a um financiamento de longo prazo com o Banco do Nordeste (“BNB”).

Por agregarem muita capacidade da fotovoltaica, as usinas solares são uma rápida forma de expandir o uso da energia solar no país, ajudando a desenvolver a cadeia produtiva nacional com a demanda de equipamentos.

E, segundo o relatório divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no começo do ano, o país pode mais que dobrar sua a capacidade instalada de projetos centralizados de energia solar neste ano.

Segundo a Agência, somados os projetos com alta e média previsibilidade de entrarem em operação em 2018, o país pode encerrar o ano com mais 1 gigawatt de potência instalada da fotovoltaica.

Recomendamos para Você:

Analista de Marketing
Redator e Tradutor