Como Produzir Energia Solar e Economizar Na Conta de Luz: Guia Rápido Em 3 Passos

Como Produzir Energia Solar e Economizar Na Conta de Luz: Guia Rápido Em 3 Passos
5 (100%) 1 vote

Produzir energia solar através da tecnologia dos sistemas fotovoltaicos é muito simples e rápido. Desde a decisão de compra até ter o seu sistema funcionando, são 3 etapas: simulação, orçamento e instalação.

 

Você já parou para pensar em quantas tarefas faz em seu dia que NÃO envolvem o consumo de energia elétrica?

produzir energia solar _ dúvida

Não muitas, certo?!

Pois é exatamente essa questão que faz com que a valor pago pela energia elétrica que consumimos seja uma questão tão importante em nosso orçamento mensal e, mais importante ainda, o que podemos fazer para reduzir esse gasto.

Claro que economizar e evitar desperdícios é um começo mas, como já ficou claro, nossas vidas e tarefas diárias estão atreladas ao uso de eletricidade e, ao menos que uma catástrofe nos force de volta as cavernas, isso só tende a aumentar.

Felizmente, para nós, consumidores de energia elétrica, hoje já existe uma ótima e eficiente forma de economizar muito na conta de luz.

E quando digo muito, quero dizer muito mesmo, uma economia que pode chegar a até 95% do valor.

produzir energia solar _ economia boa

 

 

Muito bom, não?!

 

 

 

 

Esta forma é a instalação e uso de sistemas de energia solar fotovoltaica, ou como são chamados, os sistemas fotovoltaicos conectados à rede (On-Grid), os quais já fazem parte da vida de mais de 42 mil brasileiros hoje no país.

produzir energia solar _ e agora?

 

 

Ainda não conhece como esses sistemas funcionam?

 

 

 

Não se preocupe! Neste artigo irei explicar de forma “direta e reta” como funciona a energia solar e mostrarei os 3 passos extremamente simples que você precisa dar para tê-la em sua casa ou empresa e começar a economizar.

Vamos lá?

Como Funciona Energia Solar

Um sistema fotovoltaico utiliza um conjunto de equipamentos para a conversão direta da luz do sol em energia elétrica e a sua utilização para alimentar qualquer equipamento elétrico de uma casa ou empresa.

produzir energia solar _ funcionamento do sistema fotovoltaico On-Grid

  1. O funcionamento começa com as placas solares (corretamente conhecidas como módulos fotovoltaicos) que costumam ser instaladas sobre os telhados para a livre captação da luz do sol e sua conversão em energia elétrica;
  2. Essa energia é enviada ao inversor fotovoltaico, principal equipamento do sistema e o qual converte essa energia para as características de nossa rede elétrica;
  3. A energia convertida pelo inversor é distribuída pela casa e alimenta qualquer equipamento elétrico ligado na tomada;
  4. Caso não haja consumo no momento em que a energia foi gerada, ela então passa pelo quadro de força da residência e é injetada na rede elétrica da distribuidora.
  5. A rede elétrica, assim, funciona como uma bateria, recebendo a energia do imóvel e provendo para esse nos momentos em que o sistema não está gerando energia, ou seja, a noite.

Toda energia enviada para a rede elétrica e “emprestada” para a distribuidora gera ops chamados créditos energéticos para você.

À noite, quando não há luz do sol e, consequente, nenhuma geração do sistema, ou em momentos de pouca luminosidade, a energia da rede elétrica é usada para compensar, total ou parcialmente, a produção do sistema.

Ao final de cada mês, através de um relógio bidirecional instalado em sua casa após a conexão do sistema, a distribuidora calcula a energia que foi injetada na rede (crédito) e aquela que foi consumida (débito).

Como os sistemas são dimensionados para produzir toda a quantidade de energia que você consome em sua casa ou empresa, seu saldo de créditos sempre será suficiente para suprir a energia que você consumiu da rede.

Como Produzir Energia Solar e Economizar Na Conta de Luz

Agora que você conhece o funcionamento de um sistema, veja quais são os 3 simples passos para você ter essa economia em sua casa ou empresa.

Simulação do Seu Sistema

Como a quantidade de energia que cada pessoa ou família consomem varia entre si, os sistemas devem ser projetados e instalados especificamente para cada um.

O primeiro passo para você economizar na conta de luz com energia solar, então, é conseguir estimar o tamanho do sistema que você irá precisar para a sua casa ou empresa.

Embora o seu consumo elétrico e a tarifa de energia possam ser conhecidos através da sua fatura de energia, outros fatores mais específicos são considerados para esse cálculo, como média de radiação solar local, entre outros.

Por meio da ferramenta exclusiva da Blue Sol, entretanto, é possível a você estimar com grande precisão o tamanho e potência do seu sistema, além da economia que poderá obter com a energia solar.

Orçamento do Seu Sistema

Agora que você já estimou o tamanho do seu sistema e o quanto poderá economizar com ele, é hora de dar o próximo passo e solicitar o orçamento do seu projeto de energia solar residencial ou comercial  junto a uma empresa de energia solar.

Em contato com a equipe comercial e técnica da empresa, você poderá sanar todas as dúvidas que tiver em relação ao sistema, conhecer as marcas e modelos dos equipamentos comercializados e negociar as formas de pagamento e opções de financiamento.

Com a proposta fechada, a empresa dará seguimento no processo, realizando a visita técnica no local para a coleta das informações necessárias para a realização do projeto executivo e futura instalação do seu sistema, assim como a entrada na documentação para solicitação de acesso junto à rede da distribuidora. 

Instalação e Conexão do Seu Sistema

Após finalizar o projeto do sistema e com todos os equipamentos já entregues no local, o último passo para a sua economia é a instalação e conexão do seu sistema junto à rede da distribuidora.

O processo de instalação começa com a fixação do trilho de sustentação e dos módulos no telhado, quando se agrupa o conjunto de placas para a formação do painel solar.

Feito isso, segue então a instalação do inversor fotovoltaico no local já pré-definido no projeto, sendo que este equipamento deve ficar em local protegido e de fácil acesso, como uma garagem coberta, por exemplo.

Concluída toda a instalação mecânica e elétrica do sistema, que normalmente leva entre 3 a 4 dias para um sistema residencial, caberá então a distribuidora realizar a vistoria do sistema e, estando tudo de acordo com o projeto apresentado, realizar a conexão do sistema e a troca do relógio pelo modelo bidirecional.

E pronto! Com o seu sistema conectado e funcionando, agora é só aproveitar e consumir a sua energia com a tranquilidade de quem sabe que não irá receber uma alta conta de luz no final do mês.

Analista de Marketing
Redator e Tradutor