Sicredi Energia Solar: Conheça o Financiamento para Casas e Empresas

Sicredi Energia Solar: Crédito Para Seu Gerador Solar _ capa blog

O Sicredi já financia a compra de geradores de energia solar.

Seja para casa ou empresa, você também pode ter o crédito que precisa para quitar todo seu projeto fotovoltaico.

Hoje, mais de 424 mil brasileiros já estão economizando até 95% na conta de luz com um painel solar.

Quer ser o próximo?

Continue comigo neste blogspot que irei te mostrar:

  1. Porque os sistemas fotovoltaicos são a melhor opção para a sua conta de luz;
  2. Porque o financiamento Sicredi pode ser a chave para o seu gerador de energia solar.

Agora, se você já quer saber quanto custa seu projeto e quanto pode economizar, é só clicar aqui 👇

Financiamento solar Sicredi

Em primeiro lugar, vamos falar sobre o principal ponto deste artigo, que é o Sicredi e a sua linha de financiamento para energia solar.

Fundado a quase 119 anos, o Sicredi é um sistema de cooperativas de crédito brasileira com mais de 4,5 milhões de associados.

Está presente em 22 estados e no Distrito Federal, com mais de 1.900 agências e um leque de mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Desde 2015, associados ao Sicredi (pessoa física e jurídica) contam com uma linha de crédito específica para energia solar.

BENEFÍCIOS

O Sicredi oferece condições facilitadas para você conseguir o seu sistema de energia solar.

Confira algumas das vantagens oferecidas:

Flexibilidade
Você pode financiar diversos recursos necessários à instalação da tecnologia fotovoltaica para geração de energia elétrica, como sistemas de montagem, inversores e placas de captação.

Comodidade
O valor financiado é creditado diretamente na conta corrente de seu fornecedor.

Além disso, você escolhe a forma de pagamento, que pode ser parcelada ou única, e o valor é debitado de sua conta corrente.

Segurança e Responsabilidade
Para cooperar de forma responsável, o limite de crédito é disponibilizado de acordo com a sua capacidade de pagamento.

Tranquilidade
O prazo de pagamento é de até 120 meses.

Para mais informações sobre o financiamento Sicredi energia solar, procure a o gerente da sua agência.

 

Por que financiar um sistema de energia solar?

Segundo uma pesquisa do Datafolha de 2020, gerar a própria energia é um sonho de 9 em cada 10 brasileiros.

Para isso, mais de 99% dos brasileiros acaba escolhendo o gerador fotovoltaico.

No entanto, o custo inicial para a aquisição e instalação desses sistemas ainda é uma barreira para muitos.

É nessa hora que o financiamento se torna a melhor opção.

Esse parcelamento do sistema de energia solar suaviza muito o desembolso inicial para você.

Além disso, dependendo do valor mensal que você gasta com energia, a economia que você irá obter com a energia solar poderá ficar bem próxima da parcela do financiamento.

Isso porque um sistema reduz em até 95% a sua conta de energia.

Então, o que iria para a distribuidora fica para você pagar o financiamento e, após quitado, esse dinheiro fica para você gastar com o que quiser.

Como instalar energia solar com o financiamento Sicredi

Obter o seu gerador de energia solar através do financiamento do Sicredi é muito fácil.

Veja abaixo o passo a passo:

Projeto

A primeira coisa que você precisa fazer é solicitar o orçamento do seu projeto junto à uma empresa integradora de energia solar.

Isso porque a Sicredi apenas libera o crédito, os equipamentos e instalação ficam sob responsabilidade da empresa de energia solar.

Hoje, milhares delas já se apresentam no mercado brasileiro como opções aos consumidores.

Mas cuidado, pois essa é uma escolha que requer atenção.

Confira 👉 4 cuidados na hora de comprar energia solar.

Quando você solicita um orçamento, a empresa irá gerar a proposta comercial do seu projeto fotovoltaico.

É este documento que contém o valor do projeto e o qual você deve entregar ao Sicredi para a solicitação do crédito.

Não perca tempo e solicite agora um orçamento grátis do seu projeto com a Blue Sol.

Acesse nossa página on-line clicando aqui 👇

Análise de Crédito

Com base no valor do projeto, o banco calcula o montante a ser financiado e analisa se ele se encaixa nas possibilidades de pagamento do cliente.

Se aprovado, o banco emite o contrato de financiamento para assinatura.

Liberação do Crédito

Após assinatura do contrato e apresentação dos documentos, o banco realiza a liberação do crédito para a empresa instaladora.

Instalação

Ao receber o pagamento do banco, a empresa de energia solar dá continuidade ao seu trabalho.

O próximo passo é uma visita técnica no imóvel para a coleta de informações adicionais necessárias no projeto.

Em seguida, a equipe de engenharia elabora o projeto executivo do sistema através de softwares exclusivos.

O documento oficializa o que será instalado, e uma via é protocolada junto à sua distribuidora de energia.

A empresa então organiza o envio dos equipamentos ao local do cliente e agenda a instalação na melhor data.

Tudo muito rápido e eficiente.

Em até três dias o sistema já pode estar completamente instalado, de acordo com o porte.

Conexão

Por fim, o último passo é a conexão do seu sistema à rede elétrica.

A própria equipe da distribuidora é quem cuida dessa etapa. 

Em data agendada, ela vai até ao imóvel para realizar a vistoria da instalação.

Com tudo estando de acordo ao projeto apresentado, os técnicos conectam seu gerador à rede e pronto!

Agora basta reduzir a conta mensal com o seu painel solar.

E utilizar essa economia para pagar pelo financiamento. 

O que é e como funciona energia solar para casas e empresas?

Energia solar fotovoltaica é a eletricidade gerada a partir da conversão direta da luz do sol.

Para isso, utiliza-se um conjunto de equipamentos que chamamos de kit de energia solar, composto de dois principais equipamentos:

  • Painel solar: é o conjunto de módulo que capta a luz do sol e convertem ela em energia elétrica. Para saber mais, acesse o artigo completo: Célula Fotovoltaica – O Guia Técnico Absolutamente Completo.
  • Inversor Fotovoltaico: equipamento que adapta a energia gerada pelo painel para o padrão que utilizamos em nossas tomadas e rede elétrica.

Quando instalados em uma casa ou empresa, esses equipamentos formam o que chamamos de sistemas fotovoltaicos.

Como esses sistemas geram energia somente com a luz do sol, eles precisam ser conectados à rede elétrica da distribuidora local, de onde puxam a energia durante a noite.

Confira na rápida animação abaixo como que esses sistemas funcionam e como é feita essa troca de energia:

Esses créditos energéticos que você viu no vídeo são frutos da regulamentação criada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) em 2012.

São eles que possibilitam a economia de até 95% na conta de luz e, consequentemente, tornaram viável a produção de energia pelo consumidor.

Segundo as regras, todo o excedente de energia produzido pelo sistema do consumidor durante o dia é injetado na rede e computado pela distribuidora como créditos.

No final do mês, esses créditos são automaticamente utilizados para abater a energia que foi consumida da rede durante a noite, podendo ainda sobrar e, nesse caso, continuarem válidos por até 5 anos.

Através desse sistema de créditos, a Aneel ainda criou, em 2015, três novas modalidades de geração distribuída.

Conheça os detalhes no artigo completo 👉 Geração de Energia Solar: 3 Formas de Gerar Sua Energia

Vale a pena investir em energia solar residencial?

De forma rápida e direta: Sim!

Tanto que são a maioria absoluta entre os telhados solares do Brasil.

Segundo os dados da Aneel, 72,5% de todos os sistemas fotovoltaicos instalados no país são residenciais.

Quais os motivos que fazem valer a pena instalar energia solar na sua casa?

São muitos, mas irei listar o 3 principais abaixo:

Economia de até 95% na conta de luz

Um sistema fotovoltaico pode ser projetado para gerar toda a energia que você e sua família consomem em sua casa.

Então, durante o dia, além de suprir o consumo do seu imóvel, ele ainda é capaz de gerar um excedente para compensar a energia que você utiliza da rede durante a noite.

Ou seja, toda a energia que você precisa na sua casa passa a ser atendida pelo seu sistema, o que reduz sua conta mensal em até 95%.

Mas por que a minha conta de luz não zera? Uma dúvida que fica na cabeça de muitos.

A razão disso é que, por utilizar a rede elétrica, ficou estabelecido pelas regras da Aneel que o consumidor continue pagando pela taxa mínima de luz.

É aquela taxa paga por todos os consumidores de energia, sem exceção, e que serve de custeio para a manutenção e reparos da rede. 

Através do simulador solar da Blue Sol você consegue descobrir em menos de 2 minutos o quanto pode economizar com energia solar.

Clique e confira 👇

Proteção contra a inflação energética e bandeiras tarifárias

Outra vantagem em se tornar um autoprodutor de energia é que você não precisa mais se preocupar com os aumentos na tarifa.

Toda a energia que você consome passa a vir do sol, fonte mais abundante no mundo e que não apresenta crise de fornecimento como as hidrelétricas no Brasil.

Da mesma forma acontece com as bandeiras tarifárias, que não impactam mais a sua conta de luz no final do mês.

Pelo contrário, quanto mais cara fica a energia no Brasil, maior passa a ser o valor que você economiza na conta de luz. 

Valorização do imóvel

Por fim, outra grande vantagem da instalação de um sistema solar na sua casa é a valorização que ele agrega ao seu imóvel.

Isso foi revelado por um estudo conduzido no mercado imobiliário da Califórnia, em 2017.

Nele, os consumidores se mostraram dispostos a pagar até US$15 mil a mais por uma casa com painel solar residencial.

Afinal, uma casa que gera a própria energia vale mais que uma sem geração.

Então, caso você decida alugar ou vender a sua casa após a instalação do sistema, terá mais essa vantagem.

Casos Reais

Mas como o ditado diz, uma imagem vale mais que mil palavras.

Ou, nesse caso, uma história de sucesso vale mais que mil explicações. 

Confira duas delas abaixo e veja por você mesmo se vale a pena investir em energia solar na sua casa:

Rubens Serra

O dentista Rubens Serra já havia se interessado pelos painéis fotovoltaicos em uma viagem que realizou para a Alemanha anos antes da tecnologia começar a se expandir em nosso país.

Quando percebeu que o momento já era certo, e após certo trabalho para convencer a esposa e filhos da sua decisão, instalou o sistema em sua casa e com o excedente de créditos ainda consegue atender o seu consultório.

Uma história de sucesso da energia solar residencial no Brasil já há mais de 5 anos, confira no vídeo abaixo:

Jairo Justino

Após mudar com a esposa para a sua nova casa em Camaragibe (PB), a empolgação do recifense Jairo Justino acabou assim que chegou a primeira conta de luz, muito alta para o consumo dos dois.

Mesmo adotando todas as  dicas de como economizar energia, como a troca de lâmpadas e tudo mais que podiam, a conta continuava vindo alta.

Foi então que Jairo conheceu a energia solar fotovoltaica e não teve mais dúvida de que ela era a saída para a conta de luz alta.

Confira o vídeo:

Energia solar para empresas: vale a pena o investimento?

Se investir em energia solar vale a pena para casas que consomem pouca energia, imagina para quem consome grande quantidade dela?

Até mesmo em pequenos comércios, como padarias ou postos de gasolina, o valor pago na conta de luz pode ser um grande problema.

Mas para isso existe a energia solar, que a cada ano salva o bolso de mais desses consumidores.

Confira três histórias de sucesso abaixo:

Padaria

Em uma padaria, onde a energia elétrica é necessária tanto na fabricação quanto no armazenamento dos produtos, a conta de luz pode ser um verdadeiro desespero.

Como no caso do Julio Leopoldo e sua esposa Terezinha, que já estavam chegando ao ponto de reduzir sua produção, e consequentemente suas vendas, devido ao custo da energia.

Após dois meses da instalação do sistema, a conta mensal que era de R$1.400,00 passou para apenas R$80,00. Um alívio, como afirma Julio.

Confira essa economia no vídeo abaixo:

Posto de Gasolina

As lojas de conveniência em postos de gasolina são uma “mão na roda” para nós consumidores, mas para o proprietário Leonardo Santos estava sendo “tanque furado”.

Com venda ou sem venda, o consumo de energia era sempre alto e muitas vezes resultava em um investimento sem retorno.

Com a adaptabilidade da tecnologia das placas solares, além de solucionar o problema das contas ele também conseguiu modernizar seu estabelecimento e atrair mais consumidores.

Veja como ficou o resultado no vídeo abaixo: 

Sustentabilidade

No caso de empresas, outro grande motivo pelo qual vale a pena o investimento em energia solar é a sustentabilidade que ela agrega.

É cada vez maior o número de consumidores que buscam por empresas e produtos mais ecologicamente conscientes.

E a prova disso está na pesquisa realizada pela empresa Union + Webster, em 2019.

De acordo com o estudo, 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis.

Portanto, ao investir em energia solar você não está apenas economizando na sua empresa, mas a atualizando para os novos padrões exigidos pelos consumidores.

Quando direcionamos essa sustentabilidade da fotovoltaica para as escolas, os ganhos são ainda maiores.

A tecnologia se torna instrumento de educação e conscientização de crianças, peças-chave para alcançarmos uma sociedade mais harmoniosa com o ambiente no futuro.

É o caso do Edson Augusto e seu colégio Sol Nascente. Confira essa emocionante história no vídeo abaixo: 

Simulador de energia solar

Agora que você conhece os sistemas de energia solar, que tal saber quanto custa para ter o seu?

A Blue Sol tem um jeito muito fácil e rápido para você obter essa informação: através da sua calculadora solar. 

Você não precisa calcular nada, é só informar o valor da sua conta de luz, sua cidade e pronto.

Tenha todas as informações do seu projeto em menos de 2 minutos.

Acesse o simulador abaixo, veja quanto custa seu projeto e solicite na Sicredi o seu financiamento de energia solar:


O que achou do artigo? Não esqueça de deixar sua opinião, dúvida ou sugestão abaixo.