Energias Solar e Eólica São as Formas de Geração Elétrica Mais Baratas Do Mundo

Energias Solar e Eólica São as Formas de Geração Elétrica Mais Baratas Do Mundo
3 (60%) 1 vote

A energia solar e eólica costeira não subsidiadas se tornaram as fontes mais baratas de geração de eletricidade em quase todas as principais economias do mundo, incluindo a Índia e a China, segundo um novo relatório da Bloomberg New Energy Finance (BNEF).

O estudo, que compara os custos nivelados da eletricidade, mostrou que a energia Solar e eólica costeira (onshore) se tornaram as fontes de geração de energia mais baratas para todas as principais economias, exceto para o Japão.

Um custo nivelado de análise de energia leva em conta todos os fatores que determinam o que realmente custa para gerar eletricidade e entregá-la à tomada mais próxima.

Isso envolve uma gama de fatores, incluindo o custo do combustível, o custo de construir uma usina elétrica, o de construir e manter a rede elétrica, as políticas fiscais estaduais e federais e os incentivos disponíveis para todas as etapas envolvidas na obtenção da eletricidade para os consumidores.

Mesmo na Índia e na China, onde “não faz muito tempo que o carvão era o rei”, a energia solar e a eólica venceram o carvão com uma geração mais barata, de acordo com a análise da Bloomberg.

“Na Índia, as melhores usinas solares e eólicas agora são construídas pela metade do custo de novas usinas de carvão”, diz o estudo.

A contração do mercado na China, por causa da decisão do seu governo de não aprovar novas instalações de energia solar este ano, resultou em equipamentos baratos no mundo, levando o custo nivelado da fotovoltaica para US$ 60 / MWh (megawatt-hora) no segundo semestre deste ano, uma queda de 13% em relação ao primeiro semestre de 2018.

Na eólica costeira, o custo nivelado é agora de US$ 52 / MWh, uma queda de 6% em relação ao 1º semestre de 2018, graças às turbinas mais baratas e ao dólar mais forte, segundo a análise da BNEF, que mostra ainda que a fonte, em lugares como Índia e no Texas, chegou ao valor de US$ 27 / MWh.

Por razões não informadas, a eólica marítima (offshore) não foi incluída no relatório. Segundo alguns relatos, entretanto, ela pode ser ainda mais barata do que a energia eólica em terra.

Em agosto, os dados do Bloomberg NEF mostraram que o mundo atingiu o marco de 1 TW de capacidade de geração de energia eólica e solar instalada.

De acordo com estimativas da BNEF, o segundo terawatt de capacidade eólica e solar combinada será alcançado em meados de 2023 e custará 46% menos que o primeiro.

Baseando nessa queda de custos das tecnologias renováveis, assim como a das baterias de armazenamento, a BNEF estima que a solar e eólica alcancem uma participação de 50% da geração elétrica mundial até 2050, segundo o seu relatório New Energy Outlook 2018.

Discursos floridos e protestos sinceros de políticos não serão suficientes para impedir a enxurrada de emissões de CO2 que se propagam pela atmosfera da Terra todos os anos, mas fatores econômicos sim. A era das energias renováveis ​​pode finalmente estar sobre nós, e nem um pouco cedo demais.

Recomendamos para Você:

Analista de Marketing
Redator e Tradutor