Rede de Carregadores de Veículos Elétricos, Supercharger Tesla, Funcionarão com Energia Solar

Estação de Carregamento, Supercharger Tesla, Funcionarão com Energia Solar

A Tesla continua apostando no poder do sol para transicionar o mundo em direção a um futuro energeticamente sustentável. Após adquirir a SolarCity no ano passado e ter anunciado as suas telhas solares, agora foi a vez de Elon Musk, fundador e presidente da empresa, anunciar que toda a rede do Supercharger Tesla passará a funcionar exclusivamente com energia Solar.

O Supercharger Tesla é a cabine de carregamento para os carros elétricos da empresa, os quais ficam instalados, em conjunto, nas várias estações espalhadas por todo o território americano, além da Europa, Ásia, Austrália e Emirados Árabes Unidos. Ao todo, são 861 estações e 5.655 Superchargers existentes.

Instalados perto de restaurantes, shopping centers e outros locais estratégicos, o Supercharger Tesla possui esse nome pois, como a própria empresa reivindica, ele é a estação de carregamento mais rápida do mundo, podendo carregar um carro em minutos, ao invés de horas, como acontece com o carregamento feito na casa.

O Supercharger Tesla consegue preencher a bateria do Model S, de 10% a 80%, em 30 minutos, o que lhe dá uma autonomia acima de 270 km. A empresa planeja dobrar o tamanho da sua rede de carregamento até o final de 2017. 

Isso se faz possível graças a tecnologia usada no Supercharger Tesla, que utiliza vários carregadores trabalhando em paralelo, o que resulta em uma carga de 120 kW (quilowatts) injetada diretamente na bateria do veículo.

Através da tela de navegação no veículo, o condutor pode localizar a estação mais próxima e, com um aplicativo de celular, pode acompanhar o carregamento do seu carro.

As estações do supercharger da Tesla são conectadas à rede elétrica e utilizam essa energia para alimentar os veículos elétricos. Porém, Musk já havia revelado, em dezembro, que a versão 3 do supercharger Tesla usaria a energia gerada por painéis solares, trabalhando em conjunto com a bateria de armazenamento de grande porte da empresa, a Powerpack. 

Transição Completa da Supercharger Tesla

Agora, no entanto, Musk foi além e anunciou que todas as estações da Supercharger contarão com essa solução e serão, eventualmente, desconectadas da rede, passando a utilizar apenas a energia solar como fonte de energia.

Essa decisão vem em encontro com a filosofia da empresa de utilização de fontes limpas de energia, uma vez que a matriz energética dos EUA ainda é amplamente dependente de fontes poluentes, como gás natural, carvão e nuclear.

O anúncio foi feito por Musk em sua conta do Twitter, em resposta a um comentário feito por um usuário que alegou que a Supercharger Tesla abastecia os veículos com energia poluta.

Além disso, embora a empresa tenha oferecido o abastecimento grátis vitalício para os consumidores dos seus modelos S e X, ela não poderia continuar esse serviço sem comprometer os seus lucros e, a partir do lançamento do Modelo 3, os consumidores já passarão a pagar uma taxa para abastecerem os seus veículos, a qual irá variar de acordo com o tempo de carregamento ou carga injetada, dependendo do estado.

Dessa forma, transicionar a energia usada pela rede de Superchargers para uma fonte limpa e gratuita, ao invés de ficar dependente da rede elétrica do país, ajudará a Tesla a manter baixos esses custos de carregamento aos seus consumidores.